OncologiaSaúde & Bem Estar

Dia Mundial do Combate ao Câncer

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Entre as doenças que mais causam óbitos no mundo, o câncer é uma das que mais registra diagnósticos.

A doença atinge pacientes de todas as idades, podendo se manifestar em vários tipos diferentes.

Por isso, entender mais sobre ele e os métodos de prevenção é essencial para todos os públicos. Com este objetivo, o dia 4 de fevereiro foi escolhido como o Dia Mundial do Combate ao Câncer.

Sendo uma data sobre conscientização e cuidado, também é importante utilizar o momento para levar conhecimento às pessoas. Afinal, práticas e hábitos diários podem influenciar diretamente no aparecimento da doença. Fator que muitos não prestam atenção no dia-a-dia.

Neste artigo, você conhece como o câncer pode se desenvolver, os principais tipos da doença e 5 dicas para ajudar na sua prevenção. Acompanhe a leitura!

O que é o câncer?

Câncer é um termo utilizado para categorizar doenças malignas com o crescimento desordenado de células. Estas células se dividem com rapidez, sendo muito agressivas e incontroláveis.

Como se dividem rapidamente, as células causam formação de tumores que além de ficarem localizados no lugar de origem, se espalham para outras partes do corpo.

Quando as células cancerosas se desprendem do tumor original e formam novos tumores em outros locais, ocorre o processo de metástase.

Veja também: Combate ao câncer de pele

O que causa o câncer?

Não existe uma causa única para o aparecimento das células cancerosas. Uma pessoa pode desenvolver o câncer tanto por conta de fatores externos — relacionados ao meio ambiente — como por fatores internos — relacionados a hormônios, mutações genéticas e condições imunológicas.

Ou seja, todos os hábitos adotados nos mais diversos ambientes podem contribuir para o surgimento do câncer. É importante entender que esses ambientes estão relacionados a vida como um todo. Por exemplo, um ambiente de trabalho ou mesmo um ambiente social e cultural onde você está inserido.

Além disso, alguns fatores genéticos tornam pessoas mais suscetíveis ao câncer do que outras. Dessa forma, duas pessoas distintas podem ser submetidas a carcinógenos — fatores de riscos ambientais — e apenas uma delas desenvolver a doença.

Da mesma forma, o envelhecimento natural traz mudanças nas células do nosso corpo. Esse envelhecimento também torna as pessoas mais vulneráveis ao processo de ação cancerígena. Por isso, pessoas mais idosas tendem a ter mais probabilidade de desenvolver a doença.

Veja também: Outubro Rosa: um alerta para milhares de mulheres

Quais os tipos de câncer?

O câncer pode atingir qualquer parte do corpo. Contudo, existem órgãos que são mais afetados, como também cada um deles podem ser acometidos por tumores diferentes, mais ou menos agressivos.

Historicamente, é possível identificar alguns câncer que são mais comuns. Entre eles:

  • Câncer de próstata: com causas diversas, como fatores genéticos, consumo de bebidas alcoólicas e má alimentação, estão os tipos mais comuns de câncer. O risco de câncer de próstata aumenta em homens acima dos 50 anos;
  • Câncer de mama: com alto índice de mulheres atingidas, o câncer de mama tem como sintoma mais frequente o aparecimento de um caroço no seio. Ele pode se desenvolver por conta de muitos fatores, principalmente em mulheres que já possuem histórico familiar, pacientes com colesterol alto, menopausa tardia, dentre outros;
  • Câncer de pulmão: normalmente associado ao consumo de derivados do tabaco, os sintomas do câncer de pulmão dependem da localização do tumor no órgão. Algumas consequências que o paciente pode apresentar é a tosse seca, presença de sangue a tossir, dor torácica, etc;
  • Câncer de estômago: não costuma apresentar tantos sintomas no período inicial, por isso exames rotineiros não podem ser deixados de lado. Com o avanço da doença, é possível que o paciente sinta a sensação de inchaço depois de comer, azia e indigestão. Alimentos processados, obesidade e consumo de álcool podem causar o aparecimento da doença.

Veja também: Novembro Azul: conscientização sobre o câncer de próstata

5 hábitos que podem diminuir o risco de desenvolver a doença

A prevenção contra o câncer envolve diversas ações diárias que ajudam a diminuir o risco de contrair a doença. Entre essas ações, existem 5 hábitos que podem ajudar você a diminuir o risco de desenvolver a doença.

Tenha uma alimentação saudável

Comer bem e de maneira saudável é essencial para se prevenir contra o câncer e outras doenças. Portanto, é interessante priorizar naturais, como frutas, verduras, legumes e feijões. Em contrapartida, é importante evitar alimentos ultraprocessados, como os enlatados e bebidas adocicadas.

Evite a exposição ao sol nos momentos inadequados

Muitos médicos indicam a exposição ao sol do início da maior, por volta das 7 horas, para adquirir a vitamina D. Esta é uma ótima prática, mas para ser benéfica é necessário ser rigoroso com o horário.

No entanto, sempre que for ter contato direto com os raios solares neste horário, é importante usar proteção. Chapéus, blusas de manga longa e protetor solar são algumas das práticas que devem ser adotadas para evitar a exposição excessiva ao sol nos horários inadequados.

Veja também: Combate ao câncer de pele

Evite o cigarro e a ingestão de bebidas alcoólicas.

O cigarro e a bebida alcoólica estão entre as causas de muitos tipos de câncer. Além disso, a combinação entre os dois torna ainda mais possível que uma pessoa desenvolva a doença. No caso do cigarro, ele deve ser evitado de todas as formas. Já em relação à bebida alcoólica é importante evitar os excessos.

Vacine-se contra a hepatite B

O vírus que causa a hepatite B também pode ser o causador do câncer de fígado. Dessa forma, a vacina contra hepatite B é uma das melhores formas de prevenção contra as duas doenças. A vacina está disponível para pessoas de todas as idades.

Pratique exercícios físicos

Movimentar o corpo constantemente e evitar o sedentarismo é importante para manter a saúde em dias e evitar inúmeras doenças, entre elas o câncer. Seja caminhar, ir a academia ou praticar algum esporte, você deve praticar exercícios físicos para cuidar da sua saúde.

Dica bônus

Algumas pessoas não apresentam sintomas nos estágios iniciais do câncer. Por isso, é importante fazer consultas médicas regulares para monitorar e prevenir o surgimento da doença. Quanto antes o câncer é tratado, maiores são as chances de cura!

Veja também: Plantão #19 – Outubro Rosa | Câncer de Mama

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Veja também

Importância de cuidar da saúde e evitar doenças

Especialista explica a importância de cuidar da saúde e evitar doenças e falta de qualidade de vida

Leia mais

Lipedema: No mês de conscientização a SBACV reforça o cuidado vascular da mulher

Condição que acomete 10% da população feminina acende alerta sobre importância da informação e consultas com especialistas adequados

Leia mais

Riscos da divulgação de “antes e depois” de procedimentos estéticos

Cirurgião plástico Josué Montedonio adverte sobre riscos da divulgação de "antes e depois" de procedimentos estéticos

Leia mais