Ortopedia

Deformidades da Coluna – Lançamento de Núcleo Especializado

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Clinica SO.U prepara lançamento do Núcleo Especializado no Atendimento de Deformidades da Coluna. Espaço busca ser uma referência nacional no campo da ortopedia, especialmente no tratamento da escoliose

Em outubro de 2021, a Clínica SO.U lança seu Núcleo Especializado no Atendimento de Deformidades da Coluna. O espaço terá como objetivo levar um melhor acompanhamento para pessoas que apresentam uma curvatura na região vertebral.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que a escoliose é um fator que pode afetar entre 2 e 4% das pessoas ao redor do mundo —  aproximadamente 300 milhões de indivíduos.

No Brasil, em apenas uma variedade da condição, podemos identificar mais de 6 milhões de atingidos, segundo a OMS. No texto a seguir, o Dr. José Thiago P. Kruppa, ortopedista traumatologista, traz algumas informações a respeito da escoliose e sobre a importância do novo Núcleo Especializado no Atendimento de Deformidades da Coluna — em que é coordenador.

O que é a escoliose?

A escoliose é uma patologia que é conhecida por causar uma deformidade na coluna vertebral. Ela pode causar curvaturas que podem atingir, especialmente, as seguintes regiões:

  • cervical (pescoço);
  • tórax;
  • cintura;

Essas deformidades formam uma espécie de “S”. Além dos locais que já foram citados, é importante falar sobre como é possível reconhecer esses sinais por meio das assimetrias físicas:

  • leve inclinação para um lado;
  • ombros caídos;
  • uma perna mais longa de um lado;
  • linha da cintura desigual;
  • costela mais saliente;
  • assimetria das mamas;
  • cabeça não centrada diretamente acima da pélvis.

Também é necessário observar se a pessoa tem incômodos na parte lombar, cansaço, fadiga e até dores na cabeça podem ser um sinal de alerta.

Veja também: Assimetria das Mamas. Mês da Escoliose

Qual a importância de se criar um Núcleo Especializado em Deformidades da Coluna?

A criação de um núcleo especializado significa um olhar mais profundo a respeito das deformidades na coluna vertebral. Com um atendimento mais próximo, feito por uma equipe competente e atenta às novas tecnologias.

“É importante que, além de um diagnóstico e tratamento de alta qualidade, a população tenha acesso a informações corretas, não só visando o lado científico, mas pensando em trazer mais conhecimento acerca de uma patologia que atinge mais de 6 milhões de brasileiros”, pontua o Dr. José Thiago P. Kruppa.

É notável que, na atualidade, temos acesso a diferentes fontes de pesquisa. No entanto, nem sempre encontramos textos e vídeos que divulguem conteúdos de qualidade.

Nesse contexto, o Núcleo Especializado em Deformidades da Coluna será útil para ajudar tantos brasileiros e brasileiras que buscam um esclarecimento sobre as patologias que atingem a coluna.

Veja também: Junho Verde: Entenda a Escoliose

Como vai funcionar o Núcleo de Deformidades?

O lançamento, sem sombra de dúvidas, vai impactar positivamente na vida de inúmeros indivíduos e seus familiares. As patologias da coluna não só atingem a pessoa afetada, mas todos ao seu redor.

Então, é importante que a família também participe no processo de imersão de informações. Assim, podem entender melhor a condição e a importância do tratamento precoce.

Para o ortopedista, esse lançamento busca “expandir a comunicação a respeito dos cuidados com os pacientes que apresentam alguma deformidade na região vertebral”.

A disseminação de conhecimento é importante, afinal, um diagnóstico precoce poderá significar um tratamento inicial menos invasivo do que uma cirurgia. É imprescindível difundir um material com pesquisas e dados coerentes, tendo em vista que 80% dos casos de escoliose registrados são idiopáticos, ou seja, surgem espontaneamente, conforme dados da OMS.

Esse condição atinge, principalmente, crianças e adolescentes, com idades entre 10 e 15 anos, sendo mais comum em pessoas do sexo feminino. Por conta da idade de manifestação, é fundamental estar atento aos sinais para procurar um especialista.

“Essa deformidade acontece justamente em um período em que os pais perdem contato visual dos seus filhos sem roupa, principalmente as meninas”, comenta o Dr. José Thiago P. Kruppa.  Dessa forma, a observação fica a critério do adolescente e, muitas vezes, por falta de informação, as primeiras manifestações podem passar despercebidas.

Por isso, ter conhecimento é um divisor de águas quando falamos em tratamento. “Ventilar esse conhecimento pode aumentar o diagnóstico precoce e, após essa identificação, iniciar o tratamento que mais se adeque a realidade daquela patologia”, afirma o ortopedista.

Veja também: Plantão #1 | Mamas na Escoliose

Qual a importância de um diagnóstico precoce nestes casos e de encontrar um profissional especializado para o tratamento?

Com uma identificação prematura das deformidades na coluna é possível seguir um curso menos traumático para o organismo. “O diagnóstico precoce é essencial para existir mais possibilidades de tratamentos para aquela pessoa. Com a identificação dessa condição é possível iniciar, de forma precoce, um caminho que seja mais conservador”, comenta o ortopedista.

Ao suspeitar que exista a possibilidade de escoliose, o primeiro passo deverá ser procurar um especialista competente para investigar essa possibilidade. Nesse cenário, o profissional poderá passar diversos exames, tais como:

  • raio-X;
  • tomografia:
  • ressonância.

Com esse reconhecimento inicial, em alguns casos, é possível evitar uma medida cirúrgica.

“Nesse curso, é necessário uma equipe competente, com médicos especializados, fisioterapeutas e uma oficina ortopédica, um verdadeiro trabalho em grupo”, afirma o Dr. José Thiago P. Kruppa.

O diagnóstico pode variar conforme o grau de gravidade da patologia, podendo ser leve ou severa. Para os casos mais suaves pode ser feito um tratamento de uso de um colete criado especialmente para aquela patologia, fisioterapia e observação da área afetada.

Com mais de uma década de experiência, a Clínica SO.U conta com cinco unidades em São Paulo, é uma referência do campo da ortopedia. Assim, o espaço busca fortalecer o contato das pessoas com os especialistas e, desse modo, atingir resultados mais bem sucedidos no tratamento de deformidades da coluna.

Veja também: Cirurgia endoscópica da coluna vertebral: o que é?

*Dr. José Thiago Portela Kruppa – Ortopedista e Cirurgião de Coluna pela Santa Casa de São Paulo Especialista em deformidades da coluna vertebral Médico do Grupo de Coluna da Escola Paulista de Medicina Chefe do Grupo de deformidades da coluna do Hospital Geral de Guarulhos e  Cirurgião de Coluna Coordenador do Núcleo de Deformidades da Coluna da Clínica SO.U.

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

A vida depois do marca-passo

O cirurgião cardíaco, Dr. Daniel Bartholo Hyppolito, traz informações a respeito do implante de marca-passo e a vida após o procedimento.

Leia mais

Plantão #16 – Desmistificando a Anestesia

Especialista ira todas as nossas dúvidas sobre esse momento tenso da cirurgia - a Anestesia.

Leia mais

Plantão #15 – Cirurgia Cardíaca

Especialista fala sobre quando é indicada a cirurgia cardíaca, tratamentos em caso de infarto, a utilização de marca passo e muito mais...

Leia mais