Alimentação & Nutrição

Conheça 10 alimentos e hábitos que promovem a saúde intestinal

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Conheça 10 alimentos e hábitos para manter a saúde do seu intestino da melhor maneira possível

A saúde intestinal é muito importante para o funcionamento do corpo como um todo. Ter um intestino funcionando corretamente possibilita o bem estar do corpo como um todo, auxiliando também na saúde da pele e boa saúde mental.

Ainda que esteja ligada aos alimentos consumidos, a manutenção do intestino não depende apenas disso. Para isso, é preciso colocar em prática alguns hábitos essenciais para uma vida mais saudável.

 

Qual a importância da saúde intestinal?

O intestino é responsável por absorver a maior parte dos nutrientes que entram no nosso corpo. Quando o intestino funciona normalmente, os alimentos fazem todo o percurso pelo sistema digestivo com velocidade metabólica.

Ao realizar esse movimento corretamente, a massa alimentar e o bolo fecal não ficam retidos, sendo eliminados no momento correto.

Além de ser responsável pela digestão e absorção dos nutrientes dos alimentos, o intestino também abriga uma grande quantidade de bactérias benéficas conhecidas como microbiota intestinal.

Um outro fator importante é que 70% dos sistema imunológico está no intestino. Ou seja, quando a saúde intestinal está boa é possível proteger o corpo contra infecções e doenças. Em resumo, a saúde do intestino é importante para:

  • Garantir a absorção de nutrientes;
  • Equilibrar a microbiota intestinal;
  • Regular o trânsito intestinal;
  • Promover saúde mental;
  • Prevenir doenças.

 

Como manter a saúde intestinal?

De maneira geral, a saúde intestinal está relacionada aos alimentos consumidos. Por isso, a melhor forma de manter o bom funcionamento do intestino é manter uma dieta equilibrada, buscando ingerir sempre alimentos saudáveis.

Escolha alimentos ricos em fibras, frutas, legumes, verduras e grãos integrais. Esses alimentos são ideais para fornecer nutrientes essenciais e fibras, responsáveis por promover a saúde intestinal.

As fibras auxiliam no bom funcionamento do sistema digestivo, prevenindo a constipação e alimentando as bactérias benéficas do intestino.

Por outro lado, você deve evitar os alimentos processados, ricos em gorduras saturadas e açúcares refinados, pois eles podem prejudicar a saúde intestinal.

Além dos alimentos ingeridos também existem outros hábitos que podem prejudicar a saúde do intestino. Entre eles são:

  • Falta de exercícios físicos;
  • Consumo excessivo de álcool;
  • Tabagismo;
  • Baixa ingestão de água;
  • Estresse

Veja também: Dieta anti-inflamatória: o que é, para que serve e quando fazer?

10 alimentos e hábitos que promovem a saúde intestinal

 

1.      Consuma alimentos ricos em fibras

Como falado anteriormente, as fibras alimentares são muito importantes para manter a saúde intestinal. Elas promovem o bom funcionamento do sistema digestivo, prevenir a constipação e alimentar as bactérias benéficas do intestino.

Para isso, inclua alimentos como frutas, legumes, verduras, grãos integrais, feijões, lentilhas e sementes na sua dieta.

Entre as frutas frescas você pode optar por laranja, mamão, ameixa ou abacaxi. É importante também a inclusão de aveia e alimentos integrais. Já no grupo de hortaliças, é possível consumir berinjela, brócolis e verduras.

 

2.      Consuma probióticos

Os probióticos são bactérias benéficas que auxiliam no equilíbrio da microbiota intestinal. Eles podem ser encontrados em alimentos como iogurte natural, kefir, chucrute e kombucha.

Além disso, os suplementos probióticos também podem ser uma opção. Consulte um profissional de saúde para obter recomendações adequadas.

 

3.      Mastigue devagar

A mastigação é um passo fundamental para promover a saúde intestinal. Ao mastigar com calma e da maneira correta, você tritura os alimentos ainda na boca, facilitando a absorção deles no intestino.

Por outro lado, quando engolimos grandes pedaços de alimentos, dificultamos a digestão. Isso faz com que o organismo faça um esforço maior que o necessário, provocando a sensação de cansaço e aumentando a produção de gases.

 

4.      Consuma gorduras saudáveis

As gorduras saudáveis também são essenciais para a manutenção da saúde intestinal. Inclua gorduras saudáveis em sua dieta, como abacate, azeite de oliva, nozes, sementes de linhaça e chia. Essas gorduras auxiliam na absorção de nutrientes e ajudam a reduzir a inflamação no intestino.

 

5.      Pratique exercícios físicos

A prática de exercícios físicos é benéfica para a saúde do corpo como um todo, não seria diferente com o intestino. Praticar exercícios físicos regularmente estimula o movimento intestinal e contribui para a saúde geral do sistema digestivo.

Esses movimentos são conhecidos como peristálticos, sendo responsáveis por fazer o trânsito das fezes pelo intestino até a evacuação. Para manter idas regulares ao banheiro, tenho o hábito de fazer exercícios físicos pelo menos três vezes na semana.

 

6.      Hidrate-se bem

O consumo de água é fundamental para a saúde do organismo, afinal a alimentação saudável sozinha não pode trazer muitos benefícios se o organismo não estiver bem hidratado.

Isso acontece porque as fezes são compostas por 75% de líquido. Ou seja, sem beber água suficiente, fica difícil produzir o bolo fecal e ir ao banheiro regularmente.

 

7.      Consuma prebióticos

Assim como os probióticos, os prebióticos também têm muita importância em manter a saúde do intestino em dias. Os prebióticos são alimentos benéficos para manter as bactérias benéficas vivas no organismo.

Isso acontece porque os alimentos prebióticos são ricos em fibras que alimentam as bactérias benéficas do intestino. Inclua na sua alimentação alimentos como alho, cebola, aspargos, alcachofra, banana verde, aveia e cevada.

 

8.      Evite o uso excessivo de antibióticos

Os antibióticos podem afetar a microbiota intestinal, matando tanto as bactérias nocivas quanto as benéficas. Se o uso de antibióticos for necessário, certifique-se de conversar com seu médico sobre probióticos ou outras medidas para ajudar a restaurar a saúde intestinal após o tratamento.

 

9.      Cuide da qualidade do sono

Dormir bem é muito importante para manter o organismo funcionando, estando ligado também à saúde intestinal. Por isso, tente estabelecer uma rotina regular de sono e garantir que você esteja dormindo o suficiente todas as noites.

 

10.  Gerencie o estresse

O estresse faz parte da rotina de muitas pessoas, mas além de impactar a saúde mental ele também pode ser muito nocivo para a saúde física, incluindo a saúde intestinal. A melhor maneira de evitar que o intestino seja afetado, é buscar estratégias para gerenciar o estresse.

Entre as soluções que podem ser afetadas estão técnicas de relaxamento, meditação, yoga ou atividades que proporcionem prazer e relaxamento.

É importante lembrar que esses são alguns dos hábitos que promovem a saúde intestinal. Não adianta também fazer apenas um deles e esperar grandes resultados. Na verdade, esses hábitos fazem parte de um conjunto de práticas que vão trazer mais qualidade de vida e bem-estar.

Consultar um profissional de saúde, como um médico ou nutricionista, também pode ser útil para obter orientações personalizadas e adequadas às suas necessidades individuais.

Veja também: Doença de Crohn: Cuidados necessários!

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Enxaqueca oftálmica – Entende as causas, sintomas e tratamento

Entenda a importância de saber distinguir entre uma enxaqueca comum e uma enxaqueca derivada da visão.

Leia mais

Bariátrica estabiliza nível cognitivo, diz estudo

Estudo revela que a cirurgia bariátrica pode ajudar no longo prazo a estabilizar o nível cognitivo

Leia mais

5 Dicas para as empresas colaborarem com ambientes de trabalho mais saudáveis

Estudo mostra que 33% dos funcionários brasileiros têm algum tipo de transtorno mental

Leia mais