EstéticaSaúde Bucal

Jacquin despreza a ideia de escovar os dentes?

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Conheça os perigos para a saúde resultantes da falta de cuidados com a higiene bucal.

O chef Erick Jacquin atraiu a atenção da audiência ao compartilhar, durante uma entrevista ao podcast Flow, que não mantém o hábito de escovar os dentes. As palavras do chef francês sugerem que, em sua visão, a ausência de cuidados com a higiene bucal não resulta em efeitos prejudiciais para a saúde; no entanto, profissionais discordam dessa perspectiva.

Além de influenciar o estado dos dentes e da gengiva, a negligência quanto à higiene bucal pode ocasionar outros riscos à saúde, explica dentista Marcos Laboissiere

 

Escovar os dentes uma vez por ano?

“Eu raramente escovo meus dentes. Não me agrada. Não experimento mau odor bucal. Minha dentição permanece esteticamente atraente e completa. Apenas ligeiramente amarelada, devido à ausência de procedimentos de limpeza ao longo do tempo”, comunicou o jurado do reality show “MasterChef”, exibindo seus dentes logo em seguida.

Conversamos com o cirurgião dentista Marcos Laboissiere CEO da Ilo odontologia, ele afirma que deixar de escovar os dentes diariamente pode resultar em uma variedade de problemas para a saúde, abrangendo mais do que a dimensão bucal. “Falhar na higienização da boca diariamente eleva o risco de formação de cáries, halitose (popularmente conhecida como mau hálito), complicações gengivais e até mesmo a perda de dentes. Estudos indicam que a higiene bucal inadequada pode desencadear eventos cardiovasculares, como infarto e acidente vascular cerebral (AVC),” explica Dr. Marcos.

Jacquin despreza a ideia de escovar os dentes

Veja também: Qual a importância da Saúde bucal?

Cárie

A cárie representa uma enfermidade bucal originada por bactérias residentes na cavidade oral. Tais bactérias geram ácidos que provocam a desmineralização (erosão) do esmalte dental. Em casos mais severos de cárie, a erosão pode atingir a dentina, a camada interna dos dentes. Para prevenir esse problema, é fundamental eliminar as placas bacterianas – uma película pegajosa e incolor composta por bactérias – que se formam na boca (dentes e gengivas), especialmente após a ingestão de alimentos. A maneira mais eficaz de alcançar isso é através da escovação dental e do uso de fio dental.

 

Halitose

O mau hálito constitui um problema recorrente, que todos enfrentam ou enfrentarão em algum momento. Mesmo as crianças podem experimentar halitose. Esse problema tem múltiplas causas, que incluem períodos prolongados sem ingestão de alimentos ou diminuição da produção de saliva durante o sono.

— Omissão de práticas como escovar os dentes, utilizar o fio dental e realizar a limpeza da língua e bochechas, pode resultar na acumulação de bactérias e resíduos alimentares, que podem entrar em processo de decomposição (originando o mau hálito) — declara Marcos Laboissiere.

 

Incidências gengivais

Diversos problemas têm potencial para impactar a saúde da gengiva e gerar doenças bucais. Isso ocorre comumente quando a placa bacteriana não é removida. Essa placa produz toxinas que irritam a mucosa gengival, podendo dar origem a enfermidades como a gengivite.

— Caso a gengivite seja negligenciada, ela pode progredir para uma periodontite, acarretando danos permanentes aos dentes e suas estruturas. Por esse motivo, é recomendado visitar regularmente o dentista e manter uma rotina de higiene bucal rigorosa — aconselha o dentista.

 

Complicações cardíacas

Uma pesquisa realizada no Hospital Universitário de Osaka, no Japão, e divulgada na revista científica Scientific Reports neste ano, evidenciou a correlação entre falta de higiene bucal e um aumento no risco de problemas cardiovasculares. O achado mais relevante desse estudo aponta que a doença periodontal, estágio mais avançado da inflamação gengival provocada pela má higiene bucal, assume o papel central. Sua consequência mais grave é o desencadeamento de eventos cardiovasculares, tais como infarto e AVC. Além disso, a doença pode resultar na deterioração dos dentes, levando à queda e prejudicando a mastigação.

Saiba como realizar uma higienização bucal adequada

Passe o fio dental antes de escovar os dentes, a fim de eliminar restos de comida e placas bacterianas que se alojam entre os dentes.
Realize a escovação ao acordar, após as refeições e antes de dormir. Isso impedirá a formação das placas bacterianas que prejudicam a saúde bucal. A escovação não deve ser agressiva, podendo-se efetuar movimentos circulares ou lineares. O processo de higienização deve durar de 1 a 2 minutos.
Agende consultas regulares com dentistas. De modo geral, é recomendável comparecer ao consultório a cada seis meses para uma limpeza mais profunda.

Veja também: Cirurgia ortognática: O que é e quando é indicada?

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Ansiedade Noturna: Psicólogo ensina estratégias para lidar com preocupações durante o sono

Descubra os sinais, origens e métodos para lidar com esse desafio

Leia mais

SBACV alerta para aumento expressivo de trombose venosa no Brasil e responde se há correlação com a vacinação de COVID-19

Sociedade reforça importância de campanhas de conscientização no país

Leia mais

Revolução silenciosa: 38% dos afastamentos nas empresas são por motivos relacionados à saúde mental

O aumento significativo é atribuído a vários fatores, incluindo o impacto contínuo da pandemia e mudanças rápidas no ambiente de trabalho

Leia mais