JoelhoOrtopedia

É possível a prática de esportes depois da prótese de joelho?

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

A prática de esportes após o procedimento da prótese no joelho não é apenas possível como também é recomendada

O que você precisa saber sobre prótese de Joelho

Você já ouviu falar na prótese de joelho? É um material cirúrgico que implantamos quando as pessoas com desgaste no joelho não podem mais suportar a dor. Costumamos falar que é um porto seguro, pois quando não há mais o que controle a dor, com essa cirurgia mudamos o quadro de um dia para o outro.

E quem sofre com o desgaste e é candidato a esse procedimento? Normalmente a artrose de joelho, ou seja, o desgaste da articulação, acomete pessoa em idade mais avançada. Chamamos de artrose primária aquela que ocorre pelo passar do tempo, pelo uso da articulação durante toda a vida. Porém, pessoas mais jovens podem sofres desse mal também. Chamamos de artrose secundária aquela que ocorre após um trauma, uma fratura ou mesmo uma infecção da articulação. Hoje em dia, com o avanço das próteses de joelho, pacientes mais jovens estão sendo submetidos a esse procedimento.

Dessa forma, pode-se considerar que a prótese de joelho é uma maneira eficaz de tratar o desgaste severo da articulação, devolvendo ao paciente uma vida sem dor, possibilitando inclusive que ele pratique esportes. Neste artigo, você conhecerá mais sobre o procedimento, como ele funciona e quais são as suas principais indicações.

Vamos lá?

O que é a prótese de joelho?

A prótese de joelho é um material cirúrgico que visa a substituir as superfícies desgastadas da articulação. Basicamente na cirurgia a gente retira a ponta dos ossos, corroídas pela artrose, e substitui por uma capa metálica de 9 mm, tanto no fêmur quanto na tíbia. Costumo dizer que se trata de um recapeamento articular. Entre as duas partes metálicas, encaixamos uma bolacha plástica de polietileno, que visa promover o movimento suave da articulação.

Portanto, os componentes artificiais da peça são feitos de metal e polietileno e esse dispositivo forma, artificialmente, uma nova articulação que proporciona o movimento natural do joelho. Além de aliviar dores e proporcionar uma melhora efetiva da função.

A cirurgia que realiza a implantação dessa peça é conhecida como artroplastia e esse é um procedimento que tem como objetivo corrigir qualquer grau significativo de destruição da articulação.

Diferente do que muitos pensam, o procedimento não retira toda a estrutura do joelho. Na realidade, a cirurgia consiste apenas na substituição da superfície lesionada dentro da articulação. Dessa forma, boa parte do joelho original é preservado.

Para esse procedimento, existem dois tipos de próteses de joelho: parcial e total. Ambas podem ser diferenciadas da seguinte maneira.

Veja também: Prótese de Joelho em Idosos

Prótese parcial do joelho

A articulação de um joelho é formada pelo osso da coxa, o fêmur canela, que são os ossos da tíbia e a fíbula; e a da ponta do joelho, chamada a patela. Caso apenas um desses componentes esteja degradado, por problemas como artrose, a substituição parcial poderá ser mais que o suficiente como tratamento.

Ademais, a prótese parcial precisa apenas de um corte pequeno para uma execução da cirurgia, fazendo com que proporcione uma recuperação mais rápida para o paciente.

Prótese total do joelho

A prótese total se faz necessária quando existem danos em pelo menos dois dos três componentes da articulação do joelho. Fazendo com que a substituição seja indispensável para manter a qualidade de vida.

O procedimento para a prótese total do joelho é mais complexo e requer grande preparação para ser executada, com um maior tempo de recuperação, além de exigir um profissional qualificado para realizar a cirurgia.

Quando uma pessoa pode precisar dela?

A articulação do joelho é composta por diferentes ossos e o uso da prótese é recomendado quando, pelo menos, uma das partes sofre um desgaste considerável.

Nesse cenário, o principal sintoma para saber se uma pessoa precisa passar pela cirurgia de artroplastia é a dor no joelho. Ela pode surgir durante as tarefas domésticas, rotinas de trabalho ou mesmo em momentos de descanso.

Além da dor, esse desgaste também pode fazer com que a pessoa sofra com perda de mobilidade na perna afetada. Esse problema ainda pode gerar uma deformação angular em valgo ou em varo, popularmente conhecidos como joelho em x ou de cowboy.

 

Dor no joelho

Dor no joelho, prótese – imagem do Canva

Quais podem ser as causas para essa necessidade?

Não existe uma resposta simples para essa pergunta, visto que existem vários fatores que podem ocasionar essa necessidade da prótese de joelho. Vamos conferir os principais?

Veja também: A prótese de joelho, um porto seguro

Desgaste primário

O Dr. Pedro Baches Jorge, médico ortopedista formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) e Especialista em Joelho, explica que há uma espécie de predisposição.

“Uma causa é chamada de Primário, onde o joelho vai se desgastando naturalmente, sem nenhum trauma. Está muito relacionado à parte genética [da pessoa]”, explica o especialista. Portanto, mesmo quando não exista uma situação traumática, como um acidente, por exemplo, essa condição pode surgir no decorrer dos anos.

Trauma

Sofrer um trauma no joelho pode ser um fator que leva ao uso de prótese no local, uma vez que o caso não seja tratado da maneira mais adequada. Além de uma possível nova lesão, o trauma pode fazer com que seja necessário o procedimento da artroplastia.

É importante lembrar que para ter um trauma no joelho não apenas através de esportes como futebol ou basquete, também é possível ter através do enfraquecimento muscular, excesso de peso ou por meio de execução errada de exercícios na academia.

Artrose

Apesar de existirem tratamentos que amenizam as dores, a artrose é uma doença degenerativa que provoca o desgaste da cartilagem do joelho, causando muita rigidez no local.

É muito comum em pessoas acima dos 65 anos de idade, e caso não seja tratada, pode fazer com que tenha que utilizar uma prótese geral no joelho.

Quais os benefícios da prótese de joelho?

Após o período de recuperação, provavelmente o benefício mais sentido será a ausência da dor, que, anteriormente, era frequente tanto em momentos de esforço quanto de descanso.

Dr. Pedro detalha que retirada da dor também fará com que a pessoa não precise fazer mais nenhum procedimento para tratá-la, fazendo com que possa voltar às suas atividades diárias sem nenhum incômodo.

“O maior benefício é tirar a dor. A pessoa poderá voltar a fazer suas atividades de vida diariamente, como caminhar sem dor”, detalha ele.

Além disso, a prótese de joelho poderá restaurar a mobilidade do movimento da perna, antes prejudicado pelo desgaste da articulação. Isso acontece juntamente com a correção de possíveis deformidades no joelho, fazendo com que a pessoa possa até ficar mais alta.

 

Veja também: Esporte depois da prótese

Como é o processo de recuperação?

Diferente do que imaginamos do processo de recuperação em outras cirurgias, onde devemos ficar deitados em uma cama até estarmos sarados do pós-operatório, a operação da prótese é justamente o contrário.

O Dr. Pedro esclarece que a troca das partes desgastadas da articulação são fixadas após 15 minutos da cirurgia, dando possibilidade do paciente andar no dia seguinte, ou até mesmo no dia do procedimento.

Além do mais, o médico explica que o processo de recuperação da prótese de joelho é através do estímulo de caminhadas, ganho de força e desenvolvimento do movimento da perna para que a pessoa se acostume com as novas partes de seu joelho. Contudo,  é importante frisar que  deve ser acompanhado por um profissional de fisioterapia.

“A pessoa é estimulada a usar a prótese, ela tem que caminhar e ficar em pé o quanto antes. Não é para ela ficar deitada na cama. O processo de recuperação inclui caminhada, ganho de força e amplitude de movimento. É essencial que esse método seja feito através de fisioterapia de duas a três vezes por semana”, diz ele.

Dá para praticar esportes de novo?

A prática de esportes após o procedimento da prótese no joelho não é apenas possível como também é recomendada.  Todos os pacientes com prótese do joelho devem fazer esportes, desde simples caminhadas e exercícios de ganho de força até a prática de ciclismo, vela, golf e tênis de duplas

Como o Dr. Pedro disse anteriormente, o processo de recuperação após a cirurgia de prótese de joelho incentiva a pessoa a fazer certo esforço físico. Além disso, também é necessário praticar esportes que exigem o uso da força do joelho, como caminhada, bicicleta e natação, além de alguns exercícios de esportes com bola, como futebol e vôlei.

Quais os cuidados nesse retorno?

Em primeiro lugar, é importante que a pessoa passe pela fisioterapia, com o objetivo de incentivar que caminhe com a prótese de joelho, se acostume com a mesma e perceba as mudanças causadas em seu corpo.

Após passar pelas sessões de fisioterapia e se acostumar com a prótese, é necessário que primeiro pratique esportes com a supervisão de um profissional, onde o mesmo passe exercícios para que destinados à área do joelho, para que o fortaleça e posteriormente possa voltar a praticar esportes de maneira mais independente.

Dr. Pedro Baches Jorge se preparando para operar

Dr. Pedro Baches com os equipamentos de proteção para realizar uma cirurgia de prótese de joelho.

*Dr. Pedro Baches Jorge é médico Ortopedista, especializado em Joelho e Medicina do Esporte.
Fundador do Núcleo de Medicina do Esporte do Hospital Sírio Libanês e Membro do Grupo de Trauma Esportivo da Santa Casa de São Paulo.
Diretor Científico da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Trauma do Esporte (SBRATE) e Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho (SBCJ).

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Ansiedade Noturna: Psicólogo ensina estratégias para lidar com preocupações durante o sono

Descubra os sinais, origens e métodos para lidar com esse desafio

Leia mais

SBACV alerta para aumento expressivo de trombose venosa no Brasil e responde se há correlação com a vacinação de COVID-19

Sociedade reforça importância de campanhas de conscientização no país

Leia mais

Revolução silenciosa: 38% dos afastamentos nas empresas são por motivos relacionados à saúde mental

O aumento significativo é atribuído a vários fatores, incluindo o impacto contínuo da pandemia e mudanças rápidas no ambiente de trabalho

Leia mais