Saúde Mental

Saúde mental e autoestima estão ligadas?

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Especialistas explicam a importância do autocuidado

De acordo com o psicólogo Alexander Bez, especializado em saúde mental, trabalhar a autoestima é um dos pilares para que as pessoas possam ter uma saúde mental equilibrada e saudável.

“Se mentalmente estamos bem, começamos a nos cuidar e, naturalmente, nos preocupamos mais com o nosso bem-estar. A baixa autoestima pode ter ligação com ansiedade e depressão, automaticamente interferindo na qualidade das relações interpessoais.”, o especialista explica.

O cantor sertanejo Gah Bernardes diz que uma de suas prioridades é se cuidar e fazer coisas para se sentir bem consigo mesmo: “Eu gosto muito de cortar o cabelo todo mês, passei a ter mais cuidado com isso e me senti muito melhor. Algo que sempre procuro fazer também é sair bem vestido, com roupas que eu me identifico e que têm a ver com a minha personalidade.”

Saúde mental e autoestima estão ligadas

Foto: Divulgação/Internet

Veja também: Revolução silenciosa: 38% dos afastamentos nas empresas são por motivos relacionados à saúde mental

A especialista em autoconhecimento, Renata Fornari, afirma que a prática constante do autoamor é essencial para conquistarmos uma autoestima elevada: “O nosso relacionamento com nós mesmos é o mais importante de todos. Um exercício que indico muito é fazer um elogio para si mesmo todos os dias, principalmente quando notar que está se criticando.”

Confira algumas dicas de Alexander Bez para elevar sua autoestima diariamente:

  • Eleve seu amor próprio através de práticas de autocuidado;
  • Vibre com suas pequenas conquistas, é necessário darmos valor para nós mesmos;
  • Evite a autodepreciação;
  • Cultive amizades de qualidade e que te impulsionam;
  • Tenha boas noites de sono;
  • Pratique atividades físicas.

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Veja também

A relação entre a obesidade e a depressão é complexa e multifacetada

A complexa interligação entre obesidade e depressão destaca-se por fatores biológicos, estresse, estigma social, estilo de vida e a gestão desafiadora da saúde, exigindo abordagens holísticas para um bem-estar completo.

Leia mais

Suplementos: Quando se deve usar no dia a dia? Confira as indicações e a importância deles

Dra. Sylvia Ramuth do Emagrecentro explica quais os tipos de suplementação e cuidados para o uso

Leia mais

Jiu Jitsu além do esporte: conheça a arte marcial com benefícios mentais

Esporte de origem japonesa que contém uma série de vantagens para o corpo e alma

Leia mais