Saúde & Bem Estar

Estudo destaca redução nos custos de saúde das empresas em 35% entre colaboradores fisicamente ativos

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Há reduções significativas nos gastos com saúde entre funcionários que praticam atividade física pelo menos cinco vezes por mês

Enquanto os custos com saúde não param de aumentar, as empresas estão lutando com o desafio contínuo de gerenciar essas despesas. O Gympass – plataforma de bem-estar corporativo, que oferece em um único benefício a melhor rede de academias, estúdios, aulas, personal trainers e aplicativos de bem-estar – anuncia hoje um estudo inédito que mostra o poder transformador da promoção de um estilo de vida ativo entre os colaboradores.

 

O levantamento teve como objetivo avaliar qual era a diferença nos custos de saúde entre usuários ativos do Gympass na comparação com não usuários e participantes menos ativos. Os resultados revelam que os indivíduos que praticam atividades físicas pelo menos cinco vezes por mês tiveram uma redução de 35% nos custos de saúde das empresas após um período de 12 meses.

Estudo destaca redução nos custos de saúde das empresas em 35% entre colaboradores fisicamente ativos

“Os líderes de RH entendem que a saúde e o bem-estar dos funcionários estão diretamente relacionados à saúde do negócio”, diz Priscila Siqueira, líder do Gympass no Brasil. “Por conta disso, as empresas estão deixando de se concentrar apenas em cuidados reativos e benefícios médicos tradicionais para oferecer benefícios de bem-estar preventivos e holísticos. Agora, os resultados dessa transformação são claros, com o estudo do Gympass mostrando economia de custos de saúde de mais de 35% para colaboradores fisicamente ativos. É uma relação de ganha-ganha para empregadores e empregados, por meio da qual as empresas conseguem criar uma força de trabalho mais feliz e saudável ao mesmo tempo em que reduzem custos”.

 

O Gympass as ajuda a reduzir as barreiras de entrada para quem quer se mover, se alimentar, dormir e se sentir melhor, oferecendo acesso a uma rede de parceiros de atividades físicas e de bem-estar, com planos que custam aos colaboradores até 50% menos do que as assinaturas tradicionais. Mais de 60% dos novos assinantes do Gympass não frequentavam academias antes de se tornarem membros e por meio da solução, as empresas clientes conseguem mais do que dobrar o número de colaboradores engajados nos programas de bem-estar.

 

Se o engajamento da força de trabalho não for amplo, não há como realmente gerar o tipo de retorno sobre o investimento que a maioria das ofertas de bem-estar promete. Com o Gympass, os líderes de RH podem melhorar o bem-estar dos funcionários e o desempenho dos negócios, oferecendo um programa de bem-estar que os colaboradores realmente utilizam e que comprovadamente gera taxas de participação mais altas. Assim, os gestores de recursos humanos obtêm uma solução de bem-estar “plug and play”, fácil de implementar, que gera engajamento contínuo entre os colaboradores atuais e novos, com aumento constante no número de matrículas, integrada aos principais sistemas de folha de pagamento disponíveis no mercado e com uma variedade de soluções de bem-estar presenciais, digitais e sob demanda para atender às necessidades de uma força de trabalho híbrida.

 

Ao contrário das soluções tradicionais que geram menor engajamento, como programas de reembolso, academias corporativas ou instalações nos escritórios, o Gympass cria um ambiente flexível onde os colaboradores têm acesso a uma vasta rede de opções que apoia as jornadas individuais de bem-estar de todos.

 

Metodologia

A análise dos dados foi realizada comparando dois grupos de teste (usuários do Gympass com até 4 check-ins/mês e usuários com mais de 5 check-ins/mês) e um grupo de controle (não usuários). A amostra incluiu um grupo de controle com mais de 17 mil funcionários de clientes corporativos do Gympass que não são assinantes e mais de 2 mil colaboradores que são assinantes ativos. Eles foram agrupados com base em perfis semelhantes de gênero e idade, bem como gastos semelhantes com custos de saúde nos seis meses anteriores ao início do estudo.

Após a formação dos grupos, foi realizada uma comparação entre o custo médio com saúde nos seis meses anteriores ao primeiro check-in e o custo médio nos seis meses posteriores a um período de 12 meses. Por fim, as informações foram cruzadas com dados de saúde em nível individual no Brasil de 2019 a 2022 para chegar ao resultado final.

Este é o primeiro estudo do Gympass a correlacionar a prática regular de atividade física com a redução dos gastos com saúde. Pacientes neonatais, oncológicos, domiciliares, transplantados e em diálise não foram incluídos, pois seus custos com saúde não são influenciados pela prática de exercícios físicos.

Veja também: Benefícios de praticar exercícios ao ar livre

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Enxaqueca oftálmica – Entende as causas, sintomas e tratamento

Entenda a importância de saber distinguir entre uma enxaqueca comum e uma enxaqueca derivada da visão.

Leia mais

Bariátrica estabiliza nível cognitivo, diz estudo

Estudo revela que a cirurgia bariátrica pode ajudar no longo prazo a estabilizar o nível cognitivo

Leia mais

5 Dicas para as empresas colaborarem com ambientes de trabalho mais saudáveis

Estudo mostra que 33% dos funcionários brasileiros têm algum tipo de transtorno mental

Leia mais