Saúde & Bem Estar

Conheça maneiras naturais de aliviar desconfortos na gravidez

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Confira 4 dicas para aliviar os desconfortos naturais que enfrentamos durante a gravidez.

A gravidez é um período incrível da vida da mulher, repleto de expectativas e transformações. No entanto, junto com a alegria de esperar um novo membro na família, muitas mulheres enfrentam diversos desconfortos na gravidez.

Estes desconfortos são consequência das mudanças hormonais, fisiológicas e biomecânicas que ocorrem no corpo da gestante ao longo dos nove meses.

Em muitos casos, é possível lidar com esses incômodos sem recorrer a medicamentos, optando por alternativas mais naturais e seguras para a mãe e o bebê. Afinal, o que todas as gestantes desejam é garantir uma gravidez saudável e tranquila, sem comprometer o bem-estar próprio e do feto.

No artigo que preparei com todo carinho abaixo, abordarei algumas técnicas e práticas que, comprovadas por estudos científicos, podem ser adotadas para aliviar os desconfortos mais comuns durante a gravidez. As sugestões apresentadas são fruto de pesquisas e da minha experiência enquanto especialista em saúde da mulher.

  1. Massagem para aliviar dores nas costas

As dores nas costas são um dos desconfortos na gravidez mais frequentemente relatados. Com o avanço da gestação, o peso do útero tende a aumentar, causando uma mudança no centro de gravidade da mulher e pressionando a coluna.

Uma maneira eficaz de aliviar essa dor é por meio de massagens. Estudos, como um publicado no International Journal of Therapeutic Massage & Bodywork, mostram que a massagem terapêutica pode reduzir significativamente a dor nas costas durante a gravidez, além de diminuir níveis de ansiedade e melhorar o humor.

Ao buscar esse tipo de terapia, é fundamental contar com um profissional especializado em massagem para gestantes, para garantir que a técnica seja aplicada de forma segura.

Conheça maneiras naturais de aliviar desconfortos na gravidez

©muthardman de Getty Images via Canva.com

  1. Prática de Yoga e alongamento

Além das dores nas costas, muitas gestantes relatam desconfortos nas pernas, cãibras e tensão muscular. A prática de Yoga, especificamente o Yoga pré-natal, é altamente benéfica.

Um estudo do Complementary Therapies in Clinical Practice revelou que a prática regular de Yoga durante a gravidez ajuda a reduzir a dor e a melhorar a saúde mental das gestantes. A combinação de posturas suaves, respiração controlada e relaxamento pode ser uma aliada poderosa contra os desconfortos na gravidez.

É importante, porém, sempre procurar instrutores qualificados e comunicar ao médico sobre a intenção de iniciar a prática.

  1. Chás e infusões

Inchaço, indigestão e insônia são desconfortos na gravidez que também podem ser combatidos naturalmente. Diversos chás, quando consumidos com moderação e após orientação médica, podem trazer alívio.

Por exemplo, o chá de camomila é conhecido por suas propriedades relaxantes e pode ajudar na insônia. Já o chá de erva-doce, segundo uma pesquisa do Journal of Obstetrics and Gynaecology, pode auxiliar na redução do inchaço e da indigestão.

Entretanto, é fundamental evitar chás com potencial abortivo ou que estimulem contrações, como o de canela ou o de hibisco. Sempre consulte um especialista antes de adicionar qualquer chá à dieta durante a gravidez.

  1. Acupuntura para aliviar náuseas

Náuseas e vômitos são desconfortos na gravidez especialmente comuns no primeiro trimestre. A acupuntura, técnica milenar chinesa, tem se mostrado eficaz nesse aspecto. Uma pesquisa do Birth Journal sugere que sessões regulares de acupuntura podem reduzir significativamente as náuseas em gestantes.

Ao optar por essa técnica, busque profissionais especializados e certifique-se de informar que está grávida, para que os pontos corretos sejam estimulados.

Alivie os desconfortos da gravidez

Como fica claro, existem diversas maneiras naturais e seguras de aliviar os desconfortos na gravidez. No entanto, é crucial lembrar que cada corpo reage de uma maneira e que o acompanhamento médico é indispensável durante todo o processo gestacional. Afinal, a saúde e o bem-estar da mãe e do bebê devem estar sempre em primeiro lugar.

Por isso, antes de experimentar qualquer método, converse antes com seu médico. E se mesmo assim os desconfortos persistirem, pode ser necessária uma investigação mais ampla, para garantir que você passe por esse momento mágico da gestação com a máxima disposição.

Veja também: Equilíbrio nutricional na gravidez afeta formação e futuro do bebê

Fonte: Dra. Bruna Baratella, Médica Ginecologista e Obstetra | @drabrunabaratella

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Veja também

Importância de cuidar da saúde e evitar doenças

Especialista explica a importância de cuidar da saúde e evitar doenças e falta de qualidade de vida

Leia mais

Lipedema: No mês de conscientização a SBACV reforça o cuidado vascular da mulher

Condição que acomete 10% da população feminina acende alerta sobre importância da informação e consultas com especialistas adequados

Leia mais

Riscos da divulgação de “antes e depois” de procedimentos estéticos

Cirurgião plástico Josué Montedonio adverte sobre riscos da divulgação de "antes e depois" de procedimentos estéticos

Leia mais