Alimentação & Nutrição

Ceia menos calórica: É possível?

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Nutróloga explica como fazer uma ceia menos calórica neste final de ano.

Na hora de pensar na ceia de final de ano vem junto o medo de que as calorias a mais cheguem junto com a escolha dos ingredientes. Mas, para quem não pretende deixar de saborear as delícias desta época e não quer ganhar uns quilinhos a mais, a dica é elaborar um cardápio com carnes magras e elementos que ajudam na digestão. A nutróloga Dra. Ana Luisa Vilela, especialista em emagrecimento da capital paulista, conta como não perder o sabor sem ganhar calorias.

”O ideal é utilizar alimentos ricos em fibras que ajudam na digestão e aumentam a sensação de saciedade”, conta. Carnes de todos os tipos como aves de granja, peixes, grãos como feijão, grão de bico, soja, amendoim, ovos além de leite e derivados, podem compor uma bela ceia proteica e bem menos calórica.

Ceia menos calórica É possível

©vm de Getty Images Signature via Canva.com

O protagonista da festa, o Peru, não precisa ficar de fora da ceia saudável. Com apenas 5% de gordura e 20% de proteína, é só não abusar na hora de temperar. ”Sem condimentos artificiais, pode apostar no alho, cebola e pimenta. O alho é ótimo fortalecedor do sistema imunológico, além de ter ação diurética, ser um favorecedor da secreção biliar e ser amigo do coração”, destaca a médica. Depois é só levar ao forno. ”Regar o prato com azeite ajuda a umidificar a carne e ainda lubrifica o intestino – além de ter um papel cardiovascular importante”, comenta Dra. Ana que ainda deixa a dica para o consumo de bacalhau, que é rico em ômega 3.

Já as frutas secas, típicas desta época, devem ser substituídas pelas frutas frescas. Além de serem mais leves e saudáveis, podem fazer a diferença no balanço final. ”A ameixa seca, por exemplo – que tem 200 calorias em cada 100 gramas, pode ser trocada pela ameixa fresca – apenas 13 calorias cada uma. Mas, se a ideia é comer as frutas secas mesmo, troque pelas menos calóricas. A tradicional uva passa, com 300 calorias em apenas 100gr, pode ser substituída pelo damasco seco, 100 calorias pela mesma quantidade”, diz a nutróloga.

E para brindar as festas, o segredo é contentar-se com no máximo uma dose de bebida alcoólica. Meia taça de champagne, por exemplo, tem em média 50 calorias.  Já a dica de ouro para as bebidas alcoólicas é manter o consumo de água em dobro. “A cada taça ou copo de qualquer bebida alcoólica, o ideal é consumir dois copos de água que além de evitar a temida ressaca, é possível economizar nas calorias sem deixar o brinde de lado”, finaliza a especialista.

Veja também: Ansiedade e sua relação com a alimentação

FONTE: Dra. Ana Luisa Vilela | Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina de Itajubá – MG, especialista pelo Instituto Garrido de Obesidade e Gastroenterologia (Beneficência  Portuguesa de São Paulo) e pós graduada em Nutrição Médica pelo Instituto GANEP de Nutrição Humana também na Beneficência Portuguesa de São Paulo e estágio concluído pelo Hospital das Clinicas de São Paulo – HCFMUSP. Atualmente, dedica-se à frente da sua clínica especializada em emagrecimento, para melhorar a autoestima de seus pacientes com sobrepeso com tratamentos personalizados que aliam beleza e saúde.

 

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

40 anos? Entenda a importância da musculação para transformar o corpo

Especialista explica como a prática de exercícios físicos é importante para a mulher 40+

Leia mais

Reaplicar protetor solar sem estragar a maquiagem: dicas essenciais para manter proteção

Entenda como manter a maquiagem sem abrir mão da proteção

Leia mais

Poros dilatados: Quais são as causas e como reduzi-los?

Especialista em beleza e saúde da pele esclarece as principais dúvidas sobre poros abertos

Leia mais