Fisioterapia

Os benefícios do fisioterapeuta no tratamento de lesões esportivas

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Entenda como essa abordagem abrangente é essencial para restaurar a saúde física e viabilizar o retorno do atleta às atividades.

Entenda a Fisioterapia Esportiva. Atletas profissionais ou amadores estão sempre sujeitos a lesões. Seja pela intensidade do treino ou limitações próprias do corpo. Contudo, isso pode comprometer a capacidade de competição ou mesmo encerrar carreiras precocemente.

Diante desse cenário desafiador, a fisioterapia esportiva é parte fundamental para a garantia do desempenho dos atletas. Com diversos recursos e técnicas especializadas ela não apenas facilita a recuperação, mas também desempenha um papel fundamental na prevenção de recidivas.

Neste artigo você conhece os principais benefícios que o fisioterapeuta traz no tratamento de lesões esportivas. O objetivo é mostrar como essa abordagem abrangente é essencial para restaurar a saúde física e viabilizar o retorno do atleta às atividades.

Acompanhe a leitura!

O que é a fisioterapia esportiva?

A fisioterapia esportiva engloba um programa de exercícios direcionados exclusivamente para atletas. Ela tem o objetivo de tratar e prevenir lesões causadas pela prática de esportes. Por meio da atuação do fisioterapia especializado, torna-se possível restaurar os movimentos do atleta para recuperá-lo de maneira eficaz e rápida dentro do perfil de cada lesão.

É importante destacar que cada lesão vai exigir um cuidado diferente. Sendo assim, o tempo de tratamento vai depender do caso de cada atleta. De toda forma, a fisioterapia esportiva é capaz de preparar a pessoa para voltar ao bom desempenho nas atividades.

Quais os benefícios da fisioterapia no esporte?

Como introduzimos no tópico anterior, o papel do fisioterapeuta no tratamento de lesões esportivas é contribuir para que o atleta siga atuando em alto nível. Para isso, ela trabalha desde a prevenção até a aplicação de exercícios específicos quando alguma lesão acontece.

Um exemplo da fisioterapia esportiva preventiva são os jogadores de futebol. Caso você não saiba, após as partidas, os atletas sempre passam por técnicas de recuperação muscular. Esse processo é conduzido por profissionais da fisioterapia com o objetivo de aumentar a resistência e prevenir lesões.

Também existem momentos em que a pessoa se machuca durante a prática esportiva. Quando isso acontece, os fisiotapeutas entram com um programa de exercícios voltados para tratar a lesão. Nesses casos, o processo pode ser mais longo. Sempre dependendo do grau do problema.

Consegue entender a importância do fisioterapeuta para um atleta ter um melhor desempenho? Para evidenciar ainda mais como o trabalho da fisioterapia é fundamental para os atletas, destacamos os principais benefícios da fisioterapia esportiva.

Veja também: Fisioterapia: uma aliada da saúde

Os benefícios do fisioterapeuta no tratamento de lesões esportivas

Reabilitação rápida

Existem lesões que podem exigir meses de tratamento até que o atleta esteja pronto para retornar às atividades. Mesmo em situações como essas, o trabalho do fisioterapeuta é essencial para que a reabilitação aconteça o mais rápido possível.

Isso é possível por meio dos programas personalizados que incluem exercícios terapêuticos, técnicas de mobilização e diversas outras abordagens para acelerar o processo de cicatrização.

Gestão da dor

Ainda que uma lesão seja pequena, ela traz incômodo para o atleta. Podemos perceber isso quando ocorre algum machucado e automaticamente percebemos que os nossos movimentos diários ficam mais limitados.

Para quem pratica esportes — que exigem energia e intensidade — ter uma lesão significa baixo rendimento. Quando falamos em atletas profissionais o impacto torna-se ainda maior pois envolve a carreira deles.

Inclusive, a depender da lesão, todo o trabalho pode ser desperdiçado se não houver a condução eficaz do processo de recuperação. Os fisioterapeutas possibilitam que os atletas possam gerenciar melhor as dores relacionadas à lesões e tenham a perspectiva de retorno das atividades.

Retorno seguro ao esporte

Em complemento ao tópico anterior, também precisamos ressaltar a importância do fisioterapeuta esportivo para que o atleta possa retornar ao esporte de maneira segura.  Quando uma lesão não é bem tratada podem haver recaídas ou novas lesões.

A longo prazo isso pode impossibilitar qualquer atividade do atleta. Por isso, a fisioterapia é a base necessária para que o esportista esteja preparado para voltar — de forma gradual — aos treinos sem colocar sua saúde em risco.

Melhoria da flexibilidade e mobilidade

Com os exercícios personalizados para as necessidades do atleta, o fisioterapeuta ajuda a melhorar a flexibilidade muscular e mobilidade articular. Isso quer dizer que os exercícios e técnicas específicas atuam preparando o corpo do atleta para responder melhor aos impactos sofridos.

Dessa forma, há um melhor desempenho atlético e os riscos de lesões são reduzidos trazendo mais conforto para a rotina do atleta.

Tratamento individualizado

Como comentamos ao longo do nosso artigo, cada atleta é único. Por exemplo, ainda que eu tenha dois praticantes de esportes sofrendo a mesma lesão, não é possível afirmar que eles apresentarão as mesmas dificuldades. Afinal, cada corpo reage de maneira diferente.

Por isso o trabalho do fisioterapeuta é importante pois ele pode personalizar o tratamento de acordo com o perfil do paciente. Esse plano individualizado leva em consideração diversos fatores para garantir uma abordagem personalizada e eficaz.

Outros benefícios trazidos pela fisioterapia esportiva, são:

  • Aumento da força muscular;
  • Melhora do condicionamento físico;
  • Mais equilibrio;
  • Manter a saúde física do atleta mesmo quando ele não pode treinar com a mesma intensidade;
  • Permitir que o atleta volte à rotina progressivamente.

 

Resumindo, a fisioterapia esportiva otimiza o desempenho dos atletas, previne lesões e promove uma reabilitação eficaz. Com o foco na integridade do atleta, ela permite que os objetivos esportivos possam ser alcançados de maneira segura e sustentável.

Lembrando que esse processo pode ser feito em conjunto com outros profissionais — como médicos, nutricionistas e psicólogos — para cuidar do atleta em totalidade durante todas as etapas da recuperação.

Veja também: 5 dicas para escolher o tênis adequado para praticar esportes

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Ansiedade Noturna: Psicólogo ensina estratégias para lidar com preocupações durante o sono

Descubra os sinais, origens e métodos para lidar com esse desafio

Leia mais

SBACV alerta para aumento expressivo de trombose venosa no Brasil e responde se há correlação com a vacinação de COVID-19

Sociedade reforça importância de campanhas de conscientização no país

Leia mais

Revolução silenciosa: 38% dos afastamentos nas empresas são por motivos relacionados à saúde mental

O aumento significativo é atribuído a vários fatores, incluindo o impacto contínuo da pandemia e mudanças rápidas no ambiente de trabalho

Leia mais