Emagrecimento

Metabolismo: Descubra 7 informações importantes

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Especialista explica como o metabolismo funciona e como fazer para acelerá-lo.

Como o metabolismo funciona?

O metabolismo rege a velocidade das transformações dentro do corpo, portanto, ele pode estar em diferentes velocidades, o que depende de um estado geral da saúde.

Ele é um complexo sistema de reações químicas responsável pela produção de calor, geração de energia, síntese e degradação de compostos que mantêm as funções fisiológicas dos seres vivos e se divide em dois estados: o anabolismo e o catabolismo. Anabolismo: momento de construção de moléculas em que os tecidos e órgãos são regenerados e passam por manutenção. Geralmente ocorre na ingestão de alimentos após a atividade física. Já a reação catabólica é caracterizada pela quebra de substâncias complexas em simples.

Um exemplo é o processo digestivo. Além disso, o funcionamento do metabolismo pode ser afetado por diversos fatores, incluindo a influência de hormônios, como aqueles produzidos pela tireoide e pelas glândulas suprarrenais, bem como deficiências de vitaminas e minerais. E como ninguém é igual, o desempenho do metabolismo irá variar de pessoa para pessoa devido a fatores genéticos, idade e estilo de vida. À medida que envelhecemos, o metabolismo tende a desacelerar devido à diminuição da massa muscular e ao envelhecimento dos órgãos, que consomem menos energia.

 

  1. – É possível acelerar o metabolismo para induzir o emagrecimento? Como?

Se você já pratica exercícios ou tem uma agenda agitada, é possível melhorar sua rotina ao incorporar ações que envolvam esforço físico diariamente. Por exemplo, substitua o elevador pela escada ao ir para o trabalho. Suba as escadas de manhã, desça ao meio-dia (o que também influenciará suas escolhas alimentares), e suba novamente no fim do dia, optando por descer no término do expediente.

A musculação é altamente recomendada, pois não apenas oferece benefícios físicos, mas também ajuda na substituição de gordura por músculos. À medida que a quantidade de músculos aumenta, o gasto energético para mantê-los também aumenta, o que contribui para um metabolismo mais rápido. Por outro lado, o jejum é uma otima forma de secar mais rápido, mas é preciso fazer isso da forma correta. Jejuar por poucas horas não vai trazer benefícios.

Para que traga resultados, é necessário no mínimo 12 horas. Outro detalhe muito importante sobre o jejum é a respeito da próxima refeição. Não adianta ficar 12 horas sem comer e logo depois pegar um doce, ou algo nada saudável. Tudo que foi ganho com o jejum, será perdido. Considere incluir alimentos termogênicos em sua dieta, que são conhecidos por acelerar o metabolismo. Alguns exemplos incluem água gelada, gengibre, pimentas, cafeína, chá de hibisco, chá verde, canela, óleo de coco e vinagre de maçã.

Metabolismo Descubra 7 informações importantes

©yourstockbank de Getty Images via Canva.com

  1. Comer proteínas acelera o metabolismo? Como e por quê?

Proteínas magras exigem um tempo prolongado para serem processadas pelo corpo, o que resulta em um maior esforço metabólico. Essas proteínas podem ser encontradas em fontes como carne de frango e peixe, que, adicionalmente, apresentam a vantagem de conter baixos teores de gordura. Além disso, é recomendável mastigar esses alimentos minuciosamente, uma vez que isso aprimora o processo digestivo e previne problemas como azia e desconfortos estomacais.

A digestão dos alimentos tem o efeito de impulsionar o metabolismo por algumas horas, uma vez que a energia calórica é necessária para processar os nutrientes ingeridos. Esse fenômeno é conhecido como o “efeito térmico dos alimentos” (ETA). No entanto, vale destacar que isso não implica que se deva consumir mais alimentos para acelerar o metabolismo. No entanto, é importante mencionar que o consumo de proteína pode resultar em aumentos mais expressivos no ETA em comparação a outros grupos de alimentos. Isso ocorre porque a proteína induz o maior aumento do ETA, impulsionando a taxa metabólica geral em uma faixa que varia de 15% a 30%.

Ademais, a ingestão de proteínas desempenha um papel essencial na construção e reparação dos músculos, o que, como mencionado anteriormente, estimula o metabolismo. Além disso, a proteína é crucial para evitar a perda de massa muscular e a subsequente redução no metabolismo que pode ocorrer durante uma dieta.

  1. Fazer musculação acelera o metabolismo? Como e por quê?

O segredo está em desenvolver massa muscular. Quanto mais músculos uma pessoa possui, mais energia seu organismo precisa para mantê-los saudáveis. Idealmente, essa energia deve vir da queima de gordura, mas em algumas situações, ela pode ser obtida a partir de outras fontes, como a massa muscular, o que não é saudável. Esse desequilíbrio pode ser um indicativo de deficiência de vitaminas, minerais etc.

O exercício regular, em particular o treinamento de força (musculação), pode aumentar a massa muscular, o que por sua vez aumenta o gasto energético do seu corpo. Quanto mais músculos você tem, mais calorias seu corpo queima em repouso. O metabolismo da gordura se refere ao tipo de combustível que você está queimando durante o metabolismo de repouso. Ser sedentário na maior parte do dia reduz significativamente o metabolismo da gordura. Além disso, alguns alimentos termogênicos, que contêm cafeína e xantinas, como café e chá, podem estimular o sistema nervoso simpático, aumentando a frequência cardíaca e o gasto energético. No entanto, é importante notar que o organismo se adapta a essas substâncias com o tempo, e os efeitos podem não ser duradouros.

 

  1. Fazer exercícios para cardio acelera o metabolismo? Como e por quê?

No contexto do treinamento cardiovascular, o ideal é o treinamento intervalado, também conhecido como treinamento metabólico. Esse método, ao mesmo tempo, promove o aumento da massa muscular, priorizando movimentos funcionais. Esse tipo de treinamento envolve a alternância entre períodos de alta intensidade e breves intervalos de descanso, o que é altamente eficaz na indução de alterações fisiológicas a nível celular.

  1. Hidratar acelera o metabolismo? Como e por quê?

A hidratação é crucial. Além da quantidade diária recomendada, beba um pouco mais de água, uma vez que a desidratação é um dos principais fatores que contribuem para a desaceleração do metabolismo.

O consumo adequado de água favorece uma eliminação eficaz de líquidos do corpo, estimulando o organismo a trabalhar intensivamente na excreção de urina. Esse processo não apenas resulta na eliminação de calorias em excesso, mas também auxilia na remoção de líquidos retidos, contribuindo indiretamente para a perda de peso. Adicionalmente, a água desempenha um papel vital no organismo ao facilitar a metabolização dos nutrientes provenientes dos alimentos. Ela também contribui para a realização harmoniosa dos diversos processos corporais, incluindo o metabolismo. Consuma também agua gelada. Pesquisas mostraram que o corpo queima cerca de 200 calorias quando se bebe de 8 a 10 copos de água gelada por dia, pois é necessário esse esforço para aumentar a temperatura da água no organismo.

Veja também: Você bebe a quantidade de água ideal?

  1. Comer frutas com iogurte natural acelera o metabolismo? Como e por quê?

Pesquisas indicaram que frutas, vegetais e iogurte têm propriedades antiobesidade. Frutas são alimentos com baixo teor calórico e ricos em fibras. Enquanto isso, o iogurte é uma fonte de proteína de alta qualidade. Essa junção é uma estratégia eficaz para quem busca a perda de peso. O iogurte é nutritivo e com baixa caloria, sendo assim, o consumo de uma tigela cheia desse alimento com pouca gordura proporciona uma sensação de saciedade por mais que tempo.

 

  1. Dormir bem acelera o metabolismo? Como e por quê?

Dormir insuficientemente é um dos principais obstáculos para a perda de peso. O sono desempenha um papel crucial na regulação do organismo e do metabolismo. Sem um descanso adequado, o corpo tem dificuldades para manter o equilíbrio. É por isso que é essencial assegurar pelo menos 7 horas de sono, permitindo que o corpo se regule e reduza a absorção de gordura, especialmente nas regiões dos flancos e costas. Manter uma rotina de sono consistente é ainda mais benéfico. Evite horários de sono e despertar completamente irregulares, buscando deitar-se e acordar no mesmo horário diariamente. Isso proporcionará ao corpo mais energia, ajudará a reduzir a absorção de gordura e promoverá uma melhor saúde no geral.

 

Fonte: Dra Carolina Mantelli Borges – Médica Graduada Em Endocrinologia  | Clínica Mantelli | @dramantelli

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Enxaqueca oftálmica – Entende as causas, sintomas e tratamento

Entenda a importância de saber distinguir entre uma enxaqueca comum e uma enxaqueca derivada da visão.

Leia mais

Bariátrica estabiliza nível cognitivo, diz estudo

Estudo revela que a cirurgia bariátrica pode ajudar no longo prazo a estabilizar o nível cognitivo

Leia mais

5 Dicas para as empresas colaborarem com ambientes de trabalho mais saudáveis

Estudo mostra que 33% dos funcionários brasileiros têm algum tipo de transtorno mental

Leia mais