Saúde & Bem Estar

5 sinais de que você precisa desacelerar a rotina

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

A correria da rotina pode afetar todos nós. Entenda como identificar esses sinais que o seu corpo pode mandar

Desacelerar a rotina é uma prática importante para nossa qualidade de vida. Afinal, o estresse e a ansiedade são elementos cada vez mais comuns no cotidiano das pessoas. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), por exemplo, os índices de estresse estão presentes na vida de 90% da população mundial.

Nesse sentido, as causas para esse acúmulo de estresse e ansiedade podem ser diversas. Há aspectos como obrigações com a família, rotina de trabalho, tensões emocionais, entre outros. Desse modo, esse conjunto de fatores é prejudicial para o corpo e a mente.

Por isso, é importante entender a sua rotina e quais são os gatilhos mais incômodos para você — seja algo individual ou combinado com outros elementos. Neste artigo, você verá os 5 sinais que o seu corpo manifesta para que você desacelere a rotina.

Quais os 5 sinais para ter atenção no dia a dia?

O corpo humano é uma máquina moderna. Ele, inclusive, tem a capacidade de mostrar quando algo não está indo bem. Isso acontece com diversas doenças que ele pode manifestar.

Com o estresse, a ansiedade e a depressão, o funcionamento é da mesma forma. O corpo dará sinais, mas você precisa aprender a reconhecê-los para buscar uma ajuda qualificada.

Confira 5 sinais que você precisa estar atento no seu dia a dia para desacelerar a rotina!

1.       Sono desregulado

O seu sono é uma das principais vítimas de uma rotina acelerada. Desse modo, estar com ele irregular, problemas de insônia ou com cansaço em excesso são sinais de atenção.

Por isso, é indispensável analisar como está a qualidade da sua rotina. Afinal, dormir mal regularmente pode afetar o seu cotidiano e suas relações com outras pessoas e com o trabalho.

2.     Sensação de cansaço

A falta de um sono de qualidade contribui para o cansaço do corpo e da mente. Mas a rotina também tem uma forte influência nesse sinal.

Uma organização semanal sem espaços para descanso e ter dificuldade na hora de “desligar”, também cooperam para o cansaço do indivíduo. Esse cansaço pode trazer grandes malefícios para sua saúde no médio e longo prazo.

3.     Aumento na irritabilidade

Você está se sentindo irritado? Por exemplo, aquelas situações mais usuais do seu cotidiano estão tirando mais a sua paz do que o de costume. Então isso também pode ser um sinal para desacelerar a rotina.

O cansaço, a privação de sono e o próprio estresse da rotina corroboram para uma cadeia de sintomas. Estes englobam a solidão, irritabilidade, entre outros.

4.    Problemas com ansiedade e pensamentos negativos

A sensação de negatividade pode afetar o psicológico do indivíduo. Além de abalar a vida diária ela ainda traz um sentimento de incapacidade e de improdutividade, seja no trabalho ou em outras obrigações.

A pessoa que apresenta esse sinal pode ter tristeza acentuada, batimentos cardíacos acelerados e excesso de pensamentos. Por exemplo, conferir mais de duas vezes o mesmo trabalho também pode ser um sintoma.

5.     Complicações de saúde

Um dos principais sinais de que você precisa desacelerar a rotina é quando deixa de lado o seu bem-estar pessoal. Nesse sentido, esse cenário traz riscos para sua saúde.

Isso acontece porque atividades que antes eram prioridades, deixam de ser. Assim, é possível parar de praticar exercícios e desregular a alimentação. Tudo isso pode ser consequência de uma rotina não saudável.

O excesso de atividades desempenhadas também pode ser sentido na memória. Inclusive, a absorção de novas informações também poderá ficar comprometida.

Portanto, caso você consiga identificar que está em pelo menos dois sinais descritos, é importante que faça uma avaliação a respeito da sua rotina. Embora eles nem sempre tenham vínculo com a rotina, é comum que possam ser causados por ela.

Como desacelerar a rotina?

Agora que você sabe quais são os sinais de que precisa desacelerar a rotina, é preciso saber como colocar isso em prática. Confira dicas importantes para aplicar no seu cotidiano!

Planejar o dia

A sua rotina diária, seja de trabalho ou outras obrigações, deverá ser regrada. Ela precisa estar balanceada entre compromissos, lazer, autocuidado, exercício físico, entre outras atividades.

O excesso de qualquer um deles pode ser prejudicial. Por isso, estipule horários e busque respeitá-los sempre que possível.

Para manter a organização de tudo que é feito durante o dia, você pode fazer anotações. Elas podem ser em um formato de checklist ou os itens podem ser pontuados durante o dia.

Esse movimento também funcionará na hora de marcar novos compromissos. Com o conhecimento da sua rotina você poderá analisar a inclusão ou exclusão de outras atividades.

Organizar o trabalho

Trabalhar é uma necessidade para a grande maioria de nós. Porém, é fundamental ter uma relação mais saudável com ele e evitar que as demandas afetem a sua saúde.

Dessa maneira, o bem-estar deve estar acima de qualquer necessidade de clientes e afins. Você precisa estar bem internamente para poder dar o seu melhor para o trabalho, família e amigos.

Assim, ao longo de um dia de trabalho, procure se alongar, ter o mínimo de interação com outras pessoas ou animais. Ter pausas curtas durante pode, inclusive, aumentar a produtividade.

Desconectar-se da tecnologia

No mundo moderno, é comum que as pessoas fiquem ligadas na internet na maior parte das horas do dia. Seja para ver um meme nas redes sociais, assistir filmes, vídeos, conversar ou trabalhar.

O hábito de se desligar algumas horas por dia, quase passando por um processo de desintoxicação, pode ser benéfico para a saúde física e mental. Essa também pode ser uma forma de autocuidado.

Esse tempo desconectado pode ser aproveitado de diversas formas, tais como: atividades físicas, dormir 8 horas por dia, cuidar da alimentação com preparos caseiros, se hidratar, curtir um tempo de qualidade com a família, entre outros.

A adoção de práticas que respeitem o seu corpo e os seus limites podem promover uma melhora na saúde e no bem-estar. A não adoção de medidas que modifiquem a rotina acelerada de trabalho, entre outros, pode desencadear sinais mais severos, como o burnout.

Quais os riscos de não cuidar da rotina?

A rotina desregulada pode trazer prejuízos para a sua qualidade de vida. O burnout é um exemplo de síndrome que pode vir dessa prática. Ele surge a partir do seu esgotamento extremo.

A síndrome é formada por um conjunto de fatores, como estresse, responsabilidade em excesso, tensão, nervosismo, ansiedade, etc.  A sua presença está cada vez mais expressiva na sociedade.

A identificação da síndrome de burnout pode ser feita por meio de uma consulta médica com um psiquiatra, ou com a ajuda de um psicólogo. Por isso, é sempre importante ter atenção aos sinais do corpo.

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

7 informações que você precisa saber sobre Salmonella

A salmonella é uma bactéria que causa muitas preocupações aos brasileiros.

Leia mais

5 sinais de que você precisa desacelerar a rotina

A correria da rotina pode afetar todos nós. Entenda como identificar esses sinais que o seu corpo pode mandar

Leia mais

Conheça 8 benefícios das risadas para a saúde física e emocional

Entenda qual a importância que o sorriso traz para a vida da pessoa.

Leia mais