Saúde Mental

Prevenção ao Suicídio: Como Desenvolver Resiliência Mental e Cuidar da Saúde Emocional

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Aprenda a importância da resiliência para cuidar da saúde emocional e como desenvolvê-la.

Por que desenvolver a Resiliência mental? Você já se viu diante de situações em que parecia não haver saída para o sofrimento? As cargas emocionais que enfrentamos na vida impactam nossa saúde mental e muitas vezes são um fator paralisante, impedindo que possamos viver com qualidade.

Em um contexto marcado pelo adoecimento mental em virtude do estresse e das pressões na vida cotidiana, encontrar estratégias para cuidar da saúde mental é essencial para mantermos a capacidade de lidar com as dificuldades. Entre estas estratégias está a resiliência.

O que é resiliência?

A resiliência é a capacidade de se adaptar às situações difíceis sem sucumbir a elas. Ou seja, uma pessoa resiliente consegue encontrar formas de lidar com os problemas com o menor sofrimento mental e psicológico possível diante da situação.

Isso não significa ausência de sofrimento. Pelo contrário, assim como qualquer outro, o indivíduo resiliente sofre com os problemas e obstáculos que encontra ao longo da vida, contudo, age para superá-los sem desistir ou se entregar em meio às turbulências.

Sendo assim, ser resiliente é desenvolver a capacidade de equilibrar emoções, pensamentos e atitudes. Também faz parte de entender que os sofrimentos vão existir, mas também são passageiros.

Por que a resiliência é importante?

Entender a importância da resiliência é um exercício de autocuidado. Pessoas resilientes tendem a ter menor probabilidade de desenvolver problemas de saúde mental, como depressão e ansiedade.

O sentimento de angústia, o medo e o desânimo diante dos problemas podem trazer danos à saúde mental. Afinal, todos nós enfrentamos momentos de adversidade na vida.

Mas não podemos ignorar que cada pessoa lida com as dificuldades de maneira diferente — principalmente com base na sua história de vida e bagagem. É nesse ponto que a resiliência é importante para ajudar a manter a saúde emocional.

Qual a relação entre resiliência mental e saúde emocional?

Ao possibilitar que o indivíduo lide com os estresses e adversidades da vida de maneira saudável, a resiliência torna-se fundamental para a manutenção da saúde emocional. Para isso, ela auxilia a desenvolver a habilidade de trabalhar as emoções de forma construtiva.

A resiliência também promove o crescimento pessoal e o desenvolvimento de habilidades essenciais, como autoconfiança, autoconhecimento e autocontrole. Isso permite que as pessoas enfrentem desafios com mais confiança.

Além disso, sendo resiliente também podemos prevenir o esgotamento mental e prolongamento do sofrimento emocional nos períodos ruins, encarando a vida com mais positividade.

Como colocar a resiliência mental em prática?

Colocar a resiliência mental em prática envolve a adoção de comportamentos e atitudes que fortaleçam a capacidade de enfrentar os momentos difíceis sem se deixar dominar por eles. Alguns hábitos para tornar isso possível, são:

Seja flexível

Estar disposto a ser flexível é fundamental para encarar as situações adversas com mais desprendimento. Afinal, nem sempre a vida sai como planejado. Por isso, esteja aberto para recalcular rotas e deixar de lado comportamentos e crenças que podem ser limitantes.

Fazer isso vai ajudar você a ter uma visão mais ampla das situações, sem estar focado apenas no que acredita ou deseja enxergar. Também é importante estender essa flexibilidade para as pessoas ao redor, entende que o ouro tem suas próprias atitudes.

Aprenda com a vida

É natural que no momento em que estamos passando por uma situação difícil não queiramos ouvir sobre o que o processo pode nos ensinar. Mas, de fato, sempre podemos tirar lições das experiências que vivemos.

Por isso, esteja aberto para ouvir, reconhecer erros e pensar em formas de melhorar a cada nova adversidade, sem encará-las apenas como fonte de sofrimento, mas também como aprendizagem.

Prevenção ao Suicídio Como Desenvolver Resiliência Mental e Cuidar da Saúde Emocional

Cultive o autoconhecimento

O autoconhecimento é uma ótima forma de praticar a resiliência. Primeiro porque ele nos ajuda a entender nossas emoções e o motivo porque reagimos a determinadas situações — por exemplo, ninguém é explosivo sem motivo, para tudo há um contextos.

Além disso, conhecer a si mesmo é fundamental para identificar habilidades e competências. A partir do momento em que você enxerga seus potenciais, passa a ter mais autoconfiança para lidar com os problemas diários.

Estabeleça conexões

A vida pode se tornar muito pesada quando caminhamos sozinhos. Por isso, estabelecer conexões com pessoas importantes e significativas é uma ótima maneira para desenvolver um olhar mais positivo mesmo em meio às dificuldades.

Quando estamos ao lado de outras pessoas nos sentimos mais fortalecidos, além de termos a oportunidade de dividir nossas dores, angústias e desilusões. Com uma boa rede de apoio podemos nos sentir mais seguros e fortalecidos.

Por isso, mantenha relações saudáveis e apoie-se em amigos, familiares ou colegas em momentos de necessidade. Compartilhar sentimentos e experiências pode trazer alívio e perspectivas diferentes.

Faça terapia

Por mais que possamos encontrar muitas dicas válidas sobre resiliência, nunca podemos deixar de lado a importância do suporte profissional para o bem estar da mente.

Nesse contexto, a terapia é fundamental para trazer um espaço seguro no qual você pode explorar seus pensamentos, emoções e comportamentos. Ela proporciona alívio emocional e ajuda a processar experiências difíceis.

Além disso, a terapia ajuda a compreender o passado, lidar com o presente e evitar as preocupações excessivas com o futuro. Sendo uma forma eficaz de tratar transtornos mentais, incluindo depressão, ansiedade, transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), entre outros.

Então, vamos juntos em busca de uma vida mais leve e prazerosa? Lembre-se de que a resiliência é uma habilidade que pode ser cultivada e desenvolvida ao longo do tempo.

Ao praticá-la diariamente, você poderá fortalecer sua capacidade de enfrentar e superar desafios, promovendo um maior bem-estar emocional e mental.

Veja também: Prevenção ao Suicídio: Identificando Sinais de Alerta e Oferecendo Ajuda Eficaz

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

40 anos? Entenda a importância da musculação para transformar o corpo

Especialista explica como a prática de exercícios físicos é importante para a mulher 40+

Leia mais

Reaplicar protetor solar sem estragar a maquiagem: dicas essenciais para manter proteção

Entenda como manter a maquiagem sem abrir mão da proteção

Leia mais

Poros dilatados: Quais são as causas e como reduzi-los?

Especialista em beleza e saúde da pele esclarece as principais dúvidas sobre poros abertos

Leia mais