Saúde & Bem Estar

Quedas de Idosos

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar | 3 minutos de leitura

Além das lesões físicas pode desencadear problemas emocionais

Além das lesões físicas pode desencadear problemas emocionais

A projeção da População, do Intituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atualizada em 2018, aponta que a população idosa tende a crescer no Brasil nas próximas décadas. Em 2043, o Brasil deverá atingir 232,5 milhões de habitantes, sendo 57 milhões desses de idosos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), idoso é todo individuo com 60 anos ou mais. Atualmente, o Brasil tem mais de 29 milhões de pessoas nessa faixa etária, totalizando 14,3% da população.

E um dos problemas que representa um alto risco para os idosos é a queda. Além de fatais, elas provocam escoriações, lesões, contusões musculares, traumatismo craniano, fraturas, especialmente no fêmur, ocasionando muitas vezes o uso de próteses e órteses.

Além das lesões físicas, os acidentes podem gerar transtornos emocionais. A dependência no período pós- acidente, a falta de mobilidade para quem sempre foi muito ativo e independente, pode deixar a pessoa irritada, triste, sem contar o medo de cair novamente.

Quedas de Idosos

Causas da queda

O  Estudo Longitudinal da Saúde dos Idosos Brasileiros (ELSI-Brasil),  analisou os fatores associados a quedas entre idosos brasileiros em áreas urbanas e mostrou que entre 4.174 idosos 25% já tiveram uma queda. A maior ocorrência foi em mulheres a partir dos 75 anos. O estudo foi financiado pelos Ministérios da Saúde e da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação.

De acordo com o estudo, os principais fatores associados a quedas, além do aumento da idade são:

– Medo de cair devido a defeitos nos passeios.

– Medo de atravessar a rua.

– Artrite ou reumatismo.

– Depressão.

– Diabetes.

Dentro de Casa

Mas não é somente nas ruas que os idosos podem cair. Dentro de casa, eles também correm perigo. A Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa do Ministério da Saúde lista 11 medidas de prevenção de quedas em casa.

  1. Evitar tapetes soltos
  2. Escadas e corredores devem ter corrimão nos dois lados
  3. Usar sapatos fechados com solado de borracha
  4. Colocar tapete antiderrapante no banheiro
  5. Evitar andar em áreas com piso úmido
  6. Evitar encerar a casa
  7. Evitar móveis e objetos espalhados pela casa
  8. Deixar uma luz acesa à noite, para o caso de precisar se levantar
  9. Esperar que o ônibus pare completamente para você subir ou descer
  10. Utilizar sempre a faixa de pedestre
  11. Se necessário, usar bengalas, muletas ou outros instrumentos de apoio.

Referências:

Ministério da Saúde

Veja também: Fratura em Idosos

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Quadro Psicótico Agudo: Entenda o que é e quais os principais sintomas

Psicólogo esclarece sobre condição que fez Vanessa Lopes desistir do BBB24

Leia mais

Dia do Combate ao Alcoolismo: Psicólogo alerta sobre a doença

Saiba como lidar com o álcool de maneira cuidadosa

Leia mais

Dá para treinar em dias quentes?

Com temperaturas acima do normal é preciso tomar alguns cuidados antes, durante e depois das práticas esportivas. Confira dicas para não deixar de se exercitar sem prejudicar a saúde

Leia mais