Saúde & Bem Estar

Insônia e Saúde Mental: Saiba Como Lidar e Preservar seu Bem-Estar

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Entenda a relação entre insônia e saúde mental e confira dicas de como preservar o seu bem-estar.

Uma boa noite de sono está relacionada diretamente ao bem-estar mental. Pessoas com insônia enfrentam diversos desafios, entre eles está o impacto na saúde mental de quem sofre para dormir. Da mesma forma, os distúrbios mentais podem causar insônia.

O que fazer para dormir melhor? Como desacelerar a mente e permitir que o corpo entre em um estágio de descanso? Por que o sono de qualidade é tão importante para a saúde?

Neste artigo, explicamos a relação entre insônia e saúde mental, trazendo dicas de como preservar o seu bem-estar. Se você quer saber mais, acompanhe a leitura!

Qual a relação entre insônia e saúde mental?

O sono é uma  atividade essencial para o funcionamento do nosso organismo. Quando dormimos, nosso corpo realiza funções metabólicas relacionadas à recuperação celular, fazendo os processos regenerativos necessários para restaurar nossas energias.

Quando não dormimos bem, temos a tendência de apresentar problemas de memória, dificuldades de concentração, variações de humor, falta de disposição, entre outros sintomas. Ou seja, nossa qualidade de vida é impactada, causando problemas para o corpo e a mente.

Como a insônia influencia essa situação? O sono insuficiente ou irregular pode trazer prejuízos em diversos aspectos da vida, principalmente relacionados às nossas relações interpessoais.

Sendo assim, uma pessoa que sofre de insônia tem suas funções cognitivas afetadas. Isso reflete no baixo desempenho durante as atividades diárias, estando sujeito a  maiores níveis de estresse.

É importante destacar que a dificuldade de dormir e a insônia não são a mesma coisa. No primeiro caso a pessoa pode demorar mais a pegar no sono em situações pontuais — como na véspera de um dia muito importante ou em algum momento em que está mais sobrecarregada.

Já a insônia é uma questão patológica, ou seja, uma doença. Por isso, é necessário que haja acompanhamento profissional para tratar a situação e evitar os impactos negativos citados anteriormente.

Insônia e Saúde Mental Saiba Como Lidar e Preservar seu Bem-Estar

Quais os distúrbios mentais relacionados ao sono?

Como você viu até aqui, sonolência durante o dia, mau humor e baixo desempenho cognitivo são algumas das consequências trazidas pela insônia. Mas não para por aqui! Existem também distúrbios mentais que estão ligados a qualidade do sono, entre eles:

  • Depressão: esse transtorno causa muita dificuldade para pegar no sono e mantê-lo. Por isso, muitos pacientes apresentam mudanças no padrão de sono quando sofrem da doença;
  • TDAH: o sono insuficiente está entre os principais fatores do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. Afinal, uma pessoa com sono fragmentado não consegue restaurar por completo o metabolismo e enfrenta limitações cognitivas;
  • Ansiedade: as crises de ansiedade tanto podem surgir por conta da insônia como podem ser a causa dela. O excesso de preocupação não permite que nossa mente relaxe, impedindo um sono reparador;
  • Transtorno bipolar: a falta de sono compromete o humor, sendo também um gatilho para recaídas em pessoas que sofrem com o transtorno de bipolaridade.

Leia esta e outras notícias no nosso canal no: WhatsApp

Como lidar com a insônia e preservar o bem-estar mental?

Sabemos que a insônia não é uma escolha, contudo é possível adotar hábitos que ajudam a amenizar os efeitos dela e promovem mais qualidade de vida. O resultado disso é uma melhora no seu bem-estar mental, evitando diversos problemas relacionados às noites mal dormidas.

Entre esses hábitos podemos citar:

Faça a higiene do sono

Uma rotina de sono bem definida é muito importante no combate à insônia. A higiene do sono envolve diversas atitudes que contribuem para tornar isso possível.

Por exemplo, tenha um horário para dormir e acordar, use seu quarto apenas para dormir e tenha um ambiente propício para o sono.

Além disso, também é importante que você estabeleça uma rotina para preparar o seu corpo. Você pode tomar um banho ouvindo músicas mais calmas, utilizar aromatizantes ou tomar um chá. Com a constância, seu organismo estará mais preparado para entrar no estado de descanso.

Tenha cuidado com os medicamentos

Algumas pessoas acreditam que os medicamentos para dormir são a solução de todos os problemas. Mas não é bem assim! Em primeiro lugar é importante ressaltar que qualquer medicação só pode ser tomada com orientação médica.

Afinal os medicamentos podem causar dependência e outros efeitos colaterais. Acrescenta-se também o fato que muitas dessas medicações funcionam apenas como sedativos, ou seja, não fazem com que seu corpo adormeça com a qualidade necessária para adquirir os benefícios do sono.

Priorize a qualidade de vida

Para dormir bem tenha em mente que o seu foco diário deve ser a qualidade de vida. Isso significa se alimentar melhor — uma dieta equilibrada oferece os nutrientes necessários para o funcionamento do seu corpo — praticar exercícios físicos, evitar estimulantes em excesso — como cafeína e álcool.

Adotando todas as dicas você vai usufruir de benefícios para o corpo e para mente, tendo mais energia, disposição e saúde.

Adote técnicas de relaxamento

As técnicas de relaxamento — como meditação, yoga e respiração profunda — também são ótimas aliadas para um sono de qualidade. Você pode praticá-las ao longo do dia e também fazer algumas sessões antes de dormir.

No caso da respiração profunda é possível adotá-la até mesmo quando já estiver deitado para dormir. Concentrando-se na sua respiração você contribui para que seu corpo entre em estado de relaxamento e adormeça.

Faça terapia

Quando falamos de bem estar mental não podemos deixar a terapia de lado. Para quem tem dificuldades em dormir, a terapia cognitivo-comportamental para insônia (TCC-I) é uma abordagem eficaz para tratamento.

As técnicas adotadas durante esse processo ajudam os pacientes a mudarem o foco das expectativas negativas e construírem mais confiança na qualidade do sono que terão.

Ela se baseia na ideia de que nossos pensamentos, comportamentos e emoções desempenham um papel significativo na qualidade do sono.

Lidar com a insônia não é fácil e cada pessoa responde de maneira diferente aos tratamentos. Por isso, experimente várias estratégias para encontrar a que funcione melhor para você.

O importante é ser consistente e paciente ao implementar essas práticas e procurar ajuda profissional para preservar seu bem-estar mental.

Veja também: Truques para cair no sono em 10, 60 ou 120 segundos

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Veja também

Riscos da divulgação de “antes e depois” de procedimentos estéticos

Cirurgião plástico Josué Montedonio adverte sobre riscos da divulgação de "antes e depois" de procedimentos estéticos

Leia mais

Preliminares: Entenda a importância para o corpo feminino

Você sabe por que uma mulher precisa de preliminares no momento do sexo?

Leia mais

Veja 4 produtos essenciais para se ter na rotina de skincare da pele madura

Entenda quais são esses produtos e o benefício de cada um deles para a pele

Leia mais