Saúde do Idoso

Saúde Mental e Emocional na Terceira Idade: Estratégias para o Bem-Estar do Idoso

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Conheça estratégias para o bem estar mental e emocional durante a terceira idade.

Envelhecer é algo que assusta você? Não é difícil encontrar muitas pessoas que não gostam nem de imaginar. Se para alguns a terceira idade é uma fase de maturidade e sabedoria, para outros pode ser sinônimo de angústia. Conhecerestratégias para o Bem-Estar do Idoso pode ser um bom plano para o futuro.

Os motivos para isso são diversos, entre eles a incerteza financeira e até o medo da solidão. Contudo, ela não precisa ser encarada como um problema. Sim, é possível ter uma boa perspectiva sobre esse momento, desde que corpo e mente estejam prontos para esse processo.

Neste artigo, vamos falar sobre estratégias para o bem estar mental e emocional durante a terceira idade e quais os sinais devem ser observados para reduzir os riscos das doenças psicológicas.

Vamos lá?

Como a terceira idade afeta a saúde mental?

O envelhecimento é capaz de gerar muitas mudanças na vida de uma pessoa. Existem casos em que ele representa a diminuição da liberdade, perda da autonomia, mobilidade reduzida e outros fatores que geram complicações na vida do idoso.

Além disso, é um período em que há maiores chances de lidar com a partida de pessoas próximas — muitas vezes causando a sensação de que toda a sua geração está indo embora. Ligado a isso, os pensamentos relacionados à morte também podem se tornar mais frequentes.

Já pensou na quantidade de emoções relacionadas a essa etapa? Sentimento de medo, solidão, tristeza, angústia, sensação de incapacidade e, em alguns casos, até mesmo o abandono por parte de quem deveria ser um suporte.

Com toda essa carga emocional, a terceira idade pode afetar não apenas a saúde mental, mas também a física. Por outro lado, cuidar do psicológico é uma das maneiras mais eficazes para ter uma velhice saudável e com mais qualidade de vida.

Saúde Mental e Emocional na Terceira Idade Estratégias para o Bem-Estar do Idoso

Quais os sinais de idosos com a saúde mental afetada?

Se você lida com um idoso dentro de casa, o primeiro passo é buscar entendê-lo para então aplicar estratégias que garantam seu bem-estar. Preste atenção na rotina que ele tem levado e, principalmente, não trate a tristeza e o desânimo como processos naturais da velhice.

Nem sempre as relações familiares são fáceis nesta fase, mas é preciso estar disposto a oferecer o ambiente propício para que o idosos consiga desenvolver suas atividades e esteja perto das pessoas que o fazem bem. É sobre encontrar o equilíbrio entre a autonomia e ter a família por perto.

Neste processo de estar mais atento ao idoso, é importante perceber alguns sintomas que podem indicar problemas na saúde mental. Entre eles:

  • Irritabilidade;
  • Apatia;
  • Choros sem motivo aparente;
  • Negativa em realizar atividades que antes gostava;
  • Lentidão no raciocínio;
  • Falhas na memória;
  • Não querer dormir ou ter sono excessivo.

Esses sintomas — ainda que sejam comuns em alguns casos — indicam a necessidade de procurar um profissional da saúde para acompanhar o idoso. A partir desse entendimento será possível propor as melhores soluções para evitar o agravamento da situação.

Estratégias para o Bem-Estar do Idoso

Existem estratégias que podem ser úteis para ajudar no bem-estar mental do Idoso que vive com você. Veja algumas dicas:

Mantenha uma rotina regular

A terceira idade costuma vir acompanhada de uma redução drástica nas atividades. Por isso, muitos idosos acabam se sentindo entediados e desanimados. Mas não precisa ser assim. Com uma rotina bem estabelecida, é possível organizar momentos para se manter ativo mesmo na velhice.

Uma forma de fazer isso é estabelecer horários , seja para levantar, tomar banho de sol ou fazer uma aula de cursos relacionados ao interesse do indivíduo. O importante é não deixar que o sentimento de “vazio” se estabeleça e os dias percam sentido.

Estimule a prática de atividades físicas

Velhice não deve ser sinônimo de sedentarismo. Pelo contrário, é muito importante que o idosos pratique atividades físicas para cuidar tanto do corpo como da mente. Claro que não podemos ignorar as limitações naturais que a idade traz, mas existem inúmeras modalidades inclusivas para o público mais velho — como a hidroginástica e aulas de dança.

É importante priorizar atividades físicas feitas em grupo, assim também é uma oportunidade de manter o idoso com o ciclo social ativo e interagindo com outras pessoas.

Incentive a prática de hobbies

Incentivar que o idoso tenha hobbies é muito importante para trazer mais leveza para os dias. Fazer atividades interessantes não apenas ajudam a preencher as horas vagas, mas também é uma forma de mostrar que há sempre a oportunidade de descobrir novas paixões.

O importante é continuar fazendo coisas que tragam prazer e alegria. Isso pode incluir atividades artísticas, esportivas e principalmente momentos que incentivem a ativação do cérebro — com a leitura e jogos que desafiam a mente.

Busque suporte emocional

Contar com o apoio de profissionais especializados não deve ser uma saída apenas para quando o idoso estiver enfrentando problemas de saúde mental aparente. Pelo contrário, o acompanhamento preventivo é uma ótima estratégia para manter-se emocionalmente saudável.

Esse suporte emocional também é importante no processo de autocuidado e aceitação. Ajudando o idoso a entender as limitações da idade e a melhor forma de lidar com tantas questões físicas e emocionais ligadas a ela.

Seja presente

Um dos pontos mais importante para um idoso ter uma boa saúde mental e emocional é contar com a presença da família. Dedique tempo da sua rotina para sentar, conversar e realizar atividades em conjunto, fortalecendo os vínculos familiares. Até mesmo um café ou simples ligação faz a diferença.

Em cada uma dessas estratégias não se esqueça que cada pessoa é única. Ou seja, não existe fórmula de bolo. Busque entender as necessidades individuais para adaptar cada estratégia, sempre oferecendo o cuidado e suporte em cada etapa e assim garantir o Bem-Estar do Idoso

Veja também: Esporte na melhor idade: saiba quais são as modalidades mais indicadas para os idosos

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Veja também

Lipedema: No mês de conscientização a SBACV reforça o cuidado vascular da mulher

Condição que acomete 10% da população feminina acende alerta sobre importância da informação e consultas com especialistas adequados

Leia mais

Riscos da divulgação de “antes e depois” de procedimentos estéticos

Cirurgião plástico Josué Montedonio adverte sobre riscos da divulgação de "antes e depois" de procedimentos estéticos

Leia mais

Preliminares: Entenda a importância para o corpo feminino

Você sabe por que uma mulher precisa de preliminares no momento do sexo?

Leia mais