Saúde da Criança

Tempo seguro de exposição às telas em cada faixa etária

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Confira quais são os limites recomendados pela Sociedade de Pediatria Brasileira .

Excluir as crianças das telas não é uma opção no mundo atual. Entre jogos, videos e brincadeiras, os pequenos de todas as faixas etárias se envolvem rapidamente com o mundo on-line. E se não há como deixá-los de fora do mundo virtual, a grande sacada é fazer isso de maneira inteligente e segura. Quem explica é Bruna Dias, especialista em Computação Aplicada à Educação do grupo inglês Sandbox Group, marca detentora de mais de 18 produtos de educativos, de entretenimento e aprendizagem.

Tempo seguro de exposição às telas em cada faixa etária

A especialista conta que, de acordo com a Sociedade de Pediatria Brasileira (SBP) criadora do Manual de Orientação sobre Saúde na Era Digital, os limites de tempo de tela para as crianças são:

  • entre 2 e 5 anos:  uma hora por dia;
  • entre 6 e 10 anos: de 1 a 2 horas por dia;
  • acima de 11 anos: de 2 a 3 horas por dia.

“Entreter crianças através das telas de maneira inteligente, segura e otimizada é a chave para fazer com que eles aprendam enquanto se divertem e ainda explorem os seus interesses de maneira ativa para organizarem o pensamento de modo mais criativo, inteligente e crítico sobre os mais diversos temas”, diz Bruna.

Pensando nisso, o grupo possui em seu portfólio 4 aplicativos infantis, incluindo o PlayKids, com mais de 5 mil vídeos, 3 mil jogos além de livros e programas educacionais em um conteúdo adequado para cada faixa etária de modo otimizado e 100% seguro, respeitando à risca a Lei de Proteção à Privacidade Online de Crianças (COPPA), sem anúncios e com produtos certificados pelo programa kidSAFE Seal.

 

“Queremos que nossas crianças usem as telas para formarem suas opiniões e sanarem suas curiosidades sobre os mais diversos temas em um local seguro, de modo que utilizem o tempo permitido de forma saudável e confiável para que os pais e educadores centralizem a exposição ao mundo on-line em um só lugar. Essa é a nossa missão e responsabilidade para ajudar a formar cérebros mais bem preparados para enfrentar o mundo real”, finaliza Bruna.

Veja também: Excesso de uso de Telas na infância: Dicas para os pais

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Enxaqueca oftálmica – Entende as causas, sintomas e tratamento

Entenda a importância de saber distinguir entre uma enxaqueca comum e uma enxaqueca derivada da visão.

Leia mais

Bariátrica estabiliza nível cognitivo, diz estudo

Estudo revela que a cirurgia bariátrica pode ajudar no longo prazo a estabilizar o nível cognitivo

Leia mais

5 Dicas para as empresas colaborarem com ambientes de trabalho mais saudáveis

Estudo mostra que 33% dos funcionários brasileiros têm algum tipo de transtorno mental

Leia mais