Podcasts

SOU MÉDICO #11 – de Jedi a Herói

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar | 2 min

Conheça a história do Dr. Eduardo Medeiros, cujo sonho de infância de ser um "Jedi" o levou a dedicar sua vida ao salvamento de desconhecidos nas mais extremas situações.

No novo episódio do podcast Sou Médico, Dr. Bruno Lee e Dr. Pedro Baches Jorge conversam com o Dr. Eduardo Medeiros, especializado em atendimentos de urgência e emergência. O médico trabalha no resgate do SAMU e, além de prestar serviço assistencial, também exerce função na formação de estudantes de medicina, que devem passar pelo atendimento pré-hospitalar e de emergência.

Dr. Eduardo, que sempre imaginou que seguiria sua especialização em ginecologia e obstetrícia, por influência de sua mãe, reconhecida profissional da área, conta como decidiu trabalhar no atendimento de urgência e emergência. “Sempre gostei dessa agilidade e dinamismo. De poder ajudar em momentos extremos”.

O médico ainda conta sobre a proposta do serviço do SAMU e sobre suas experiências mais extremas, como a queda do avião da TAM em Congonhas.

 

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

5 Dicas para as empresas colaborarem com ambientes de trabalho mais saudáveis

Estudo mostra que 33% dos funcionários brasileiros têm algum tipo de transtorno mental

Leia mais

O que fazer ao encontrar dificuldades no acesso a tratamentos de saúde? Entenda!

A advogada Renata Frias, especialista em Direito da Saúde explica sobre a situação que atinge muitos brasileiros

Leia mais

Estrabismo: entenda a condição e a importância do diagnóstico ainda na infância

Comportamentos específicos podem denunciar que há́ desalinhamento entre os olhos nos primeiros anos de vida. A boa notícia é que há́ possibilidade de cura até́ os 8 anos de idade

Leia mais