Gravidez e Reprodução Humana

É possível melhorar a qualidade dos óvulos de uma mulher?

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

O que dizem médicos especialistas em reprodução humana e nutricionista sobre comportamentos, hábitos e tratamentos que aumentam as possibilidades de gerar bons óvulos

O DNA dos óvulos que uma mulher vai liberar ao longo da vida é formado antes mesmo do nascimento dela. Mesmo assim, é possível melhorar a qualidade do gameta feminino na tentativa de aumentar as chances de uma gestação. É o que dizem os médicos Dra. Paula Beatriz Fettback, Ginecologista especialista em Reprodução Humana pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) e Dr. Alfonso Massaguer, ginecologista especialista em reprodução humana, diretor clínico da MAE (Medicina de Atendimento Especializado) e a nutricionista Natalia Barros, Nutricionista Mestre em Ciências pela UNIFESP e fundadora da NB Clinic.

“Já que o DNA do óvulo é formado antes do nascimento da mulher, nada consegue alterar radicalmente a qualidade dele. No entanto, algumas medidas podem, sim, auxiliar na melhor divisão celular e processo de ovulação, assim como no processo de indução da ovulação e maturação dos óvulos e consequentemente formação de embriões de melhor qualidade em uma fertilização in vitro”, observa a Dra. Paula.

Ela indica o suporte de vitaminas como: D, coenzima Q10, omega 3, metilfolato e geleia real, entre outras. “Nada substitui uma alimentação adequada, o acompanhamento de um nutricionista experiente e, principalmente, o fator idade do óvulo”, alerta a médica, ao frisar que após os 35 anos há uma queda importante da quantidade e qualidade dos óvulos, independente de todas as medidas tomadas.

Em seu campo de atuação, a nutricionista Natalia concorda que uma dieta balanceada e rica em nutrientes é essencial: frutas, vegetais, grãos integrais, proteínas magras e gorduras saudáveis. “Este tipo de dieta proporciona os nutrientes necessários para o desenvolvimento saudável dos óvulos, contribuindo para a fertilidade”, afirma.

é possível melhorar a qualidade dos óvulos de uma mulher

© Africa images via Canva.com

Ela conta que estudos recentes investigam o impacto dos padrões alimentares na fertilidade e comprovam que há melhora na qualidade dos óvulos de acordo com a dieta praticada. “Um exemplo é a dieta mediterrânea, caracterizada pelo consumo de alimentos naturais, ricos em antioxidantes e compostos bioativos, como frutas, vegetais, peixes e gorduras saudáveis e a dieta ProFertility, que enfatiza o consumo de alimentos com baixo teor de pesticidas e agrotóxicos, além do uso de suplementos dietéticos”, revela a nutricionista.

Veja também: Congelamento de óvulos: 5 coisas que você precisa saber

Por fim, o Dr. Alfonso adiciona um fator aos cuidados de melhoria dos óvulos: a avaliação da qualidade deles. “Existem vários indicadores e técnicas para inferir a qualidade ovocitária”, assegura ele, ao citar métodos como:

  • Reserva Ovariana -Testes do hormônio anti-Mülleriano (AMH) e de hormônio folículo-estimulante (FSH);
  • Resposta aos Medicamentos de Fertilidade;
  • Contagem de Folículos Antrais (CFA);
  • Teste Genético Pré-Implantação (PGT).

Todos os especialistas concordam que tais medidas devem também ser associadas a um estilo de vida saudável, com exercícios regulares, evitando o tabagismo, assim como o consumo excessivo de álcool e drogas ilícitas.

Para quem quer aprofundar…

A Dra. Paula Beatriz Fettback e o Dr. Alfonso Massaguer acabam de lançar o livro A Espera, na intenção de gerar um conteúdo acessível a qualquer pessoa interessada em aprofundar o entendimento sobre reprodução humana, planejamento familiar e infertilidade. A obra inclui explicações, casos clínicos e uma linguagem que facilita uma boa compreensão geral e específica do assunto.

Mais informações: https://mqnr.com.br/a-espera

Fontes:

Dra. Paula Fettback é Médica Ginecologista, Doutora em Ciências Médicas e Especialista em Reprodução Assistida | CRM 117477 SP |  CRM 33084 PR.

Dr. Alfonso Massaguer é Médico Ginecologista especialista em Reprodução Humana eAutor de vários capítulos de ginecologia, obstetrícia e reprodução humana em livros de medicina, com passagens em centros na Espanha e Canadá. | CRM 97.335

Nathalia Barros é Nutricionista, Mestre em Ciências Aplicadas e docente convidada – Pós-graduação em Nutrição Materno infantil (USP) | @nataliabarros.nutri

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Veja também

Pesquisa da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular revela aumento de óbitos por AVC em relação ao IAM

O AVC é uma das principais causas de morte no mundo.

Leia mais

Anualmente, 40% das pessoas idosas sofrem quedas

Idade avançada é sinal de alerta para fratura vertebral

Leia mais

Dia do Homem: Urologista explica importância de tratamento inovador para problemas na próstata

Seis em cada 10 homens no Brasil só procuram um médico quando os sintomas estão insuportávei

Leia mais