Estética

Dermatologista esclarece mitos e verdades sobre cabelos brancos

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Tire suas dúvidas sobre o que é verdade e o que é mito quando se trata de cabelo branco.

Há quem quer esconder, disfarçar, cuidar e mostrar, mas tem quem nem consegue imaginar encontrar um na cabeça. Sim, são eles: os cabelos brancos.

Segundo o Dr. Fraga Neto, Médico Dermatologista do Instituto Fraga de Dermatologia, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Associação Brasileira de Cirurgia da Restauração Capilar (ABCRC), à medida que vamos envelhecendo, nossos melanócitos (células produtoras de melanina) começam a ser menos eficientes, e nossos fios vão gradualmente perdendo sua cor, ficando brancos ou grisalhos. Essa diminuição é causada principalmente pelo envelhecimento natural e por fatores genéticos.

Além do envelhecimento natural e dos fatores genéticos associados, o embranquecimento dos fios pode também estar relacionados com a deficiência de algumas vitaminas, alterações da tireoide e algumas doenças autoimunes, como o vitiligo.

“A deficiência de algumas vitaminas, como são as do complexo B, especialmente a B12 e D, pode contribuir principalmente para o surgimento precoce dos cabelos brancos. A falta de ferro e zinco também pode influenciar na despigmentação dos fios. Porém, é importante ressaltar que os fatores genéticos e o envelhecimento natural são as principais causas”, destaca Dr. Fraga Neto.

O médico dermatologista também esclarece os principais mitos e verdades sobre cabelos brancos:

 

Fios brancos são mais secos

Verdade: Os cabelos brancos tendem a ser mais secos, ásperos e frágeis.

Isso acontece porque o fio grisalho geralmente tem suas cutículas abertas, o que faz com que percam nutrientes e outros componentes com mais facilidade, fazendo com que fiquem mais ressecados.

Um outro motivo é a ausência de melanina. Além de dar cor, ela também ajuda a manter a hidratação do fio. Sem ela, o cabelo fica mais ressecado e menos maleável.

Dermatologista esclarece mitos e verdades sobre cabelos brancos

Crédito: Freepik

 

Se eu arrancar um fio branco, nascem dois nesse local

Mito:  Arrancar um fio branco NÃO faz com que nasçam dois no mesmo lugar.

Mesmo após a extração do fio branco, o folículo piloso continuará a produzir um outro fio branco em seu lugar.

Entretanto, essa prática não é recomendada pois o ato de arrancar os fios repetidamente pode danificar o folículo e levar a um afinamento do cabelo ou até à perda permanente do fio.

 

O estresse influencia no aparecimento dos fios brancos

Verdade: O estresse emocional pode desencadear o surgimento precoce dos cabelos brancos.

Alguns estudos sugerem que o estresse pode afetar as células-tronco que regeneram os melanócitos, acelerando o processo de despigmentação dos fios de cabelo.

No entanto, a genética ainda é o fator predominante.

 

O cabelo branco pode ficar amarelado

Verdade:  Cabelos brancos podem ficar amarelados devido a diversos fatores, como exposição solar, poluição, uso de produtos inadequados ou até pela deposição de resíduos de água rica em minerais.

O uso de shampoos específicos pode ajudar a neutralizar esse amarelamento.

Veja também: Químicas no cabelo: Dermatologista fala sobre seu o uso excessivo

Colorir o cabelo faz com que os fios embranqueçam mais rápido

Mito: Pintar o cabelo não influencia na velocidade com que os fios embranquecem.

O processo de embranquecimento dos fios de cabelo é determinado principalmente por fatores genéticos e pelo envelhecimento natural, o tingimento recorrente não altera o ciclo de vida dos melanócitos, portanto não tem influência alguma.

 

Para finalizar, o Dr. Fraga Neto explica que o cuidado com os cabelos brancos envolve algumas práticas específicas para mantê-los saudáveis e com boa aparência. “É indicado o uso de produtos hidratantes para combater a tendência ao ressecamento, shampoos com pigmentos roxos ou azuis para evitar o amarelamento dos fios, e tratamentos nutritivos para manter a elasticidade e brilho do cabelo. Além disso, proteger os cabelos dos danos solares com chapéus e produtos com proteção UV também ajudam a preservar a saúde dos fios”, orienta o médico.

Fonte: Dr. Fraga Neto | Médico Dermatologista, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Associação Brasileira de Cirurgia da Restauração Capilar (ABCRC). | @fragadermatologia

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Veja também

Lipedema: No mês de conscientização a SBACV reforça o cuidado vascular da mulher

Condição que acomete 10% da população feminina acende alerta sobre importância da informação e consultas com especialistas adequados

Leia mais

Riscos da divulgação de “antes e depois” de procedimentos estéticos

Cirurgião plástico Josué Montedonio adverte sobre riscos da divulgação de "antes e depois" de procedimentos estéticos

Leia mais

Preliminares: Entenda a importância para o corpo feminino

Você sabe por que uma mulher precisa de preliminares no momento do sexo?

Leia mais