Dermatologia

Você sabe o motivo da coceira após o banho?

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Coceira após o banho! Vamos descobrir quais são os motivos e como fazer com que eles sejam amenizados?

Você já tomou aquele banho demorado e percebeu que a sua pele logo começou a coçar? A coceira após o banho pode ser mais comum do que você imagina e ela pode ser causada por um conjunto de fatores.

Além de pinicar você, a coceira ainda pode gerar um certo ressecamento, vermelhidão e outros sinais de que aquele banho não trouxe o efeito relaxante esperado. Mas o motivo desse fenômeno é um mistério para muitos!

Neste artigo você tem acesso aos conhecimentos do Dr. José Jabur da Cunha, Médico Dermatologista e Chefe do Setor de Cirurgia Dermatológica da Santa Casa de São Paulo, a respeito da temática em entrevista para o PodCast do Portal SO.U + Bem Estar.

Quais as causas comuns da coceira após o banho?

Quando a pessoa toma banho, seja ele de piscina ou de chuveiro, acontece uma retirada de substâncias naturais da pele, como a gordura. “Quando você entra na piscina você tira essa camada de gordura e quando toma banho quente e com sabonete você tira de novo”, afirma o Dr. José Jabur da Cunha.

Esse problema pode ser mais comum do que você imagina, principalmente em casos de pele que seja naturalmente ressecada. Conforme o especialista explicou, a água por si só já retira uma importante camada de proteção — gordura — da pele.

Quando isso é associado com a utilização de sabonetes, o problema pode ser acentuado, podendo, inclusive, promover um maior ressecamento da pele da pessoa. Entretanto, não é só a água e o sabonete que causam esse desconforto.

A existência de doenças e condições como psoríase, atopia, urticária vibratória e hipotireoidismo, por exemplo, podem desencadear um maior ressecamento da pele. Dessa forma, a coceira pós-banho não é um evento raro e pode acontecer com qualquer pessoa.

coceira após o banho

Como a temperatura da água afeta a coceira após o banho?

A temperatura da água pode influenciar o impacto que ela tem sobre a sua pele e consequentemente na coceira após tomar banho. Nesse contexto, com a água quente é possível ir ao encontro de uma irritação de pele acentuada.

Isso acontece porque a água quente promove um maior ressecamento e resulta na retirada de óleos naturais da pele. Essa remoção significa que os elementos específicos que a região precisa foram retirados.

Apesar disso, não significa que você deve sempre tomar banhos gelados, mesmo no inverno, mas é interessante encontrar uma temperatura mais amena, estando mais próxima do frio. Assim, banhos mornos oferecem menos prejuízos à saúde da sua pele.

Qual a importância dos óleos naturais da pele na prevenção da coceira após o banho?

Como você aprendeu, a coceira pós-banho é causada pela retirada de gorduras — óleos — essenciais para a hidratação da pele. Assim como todo o organismo, existe uma motivação para a permanência dessas substâncias na pele e, nesse caso, é a hidratação do maior órgão do corpo: a pele.

Os óleos são responsáveis pela formação de uma poderosa camada de proteção da região. Ela ajuda na hidratação, como você aprendeu, e ajudam na prevenção da perda de hidratação causada pela exposição à água e outras substâncias.

A camada protetora, além de hidratar, ainda é responsável por prevenir a perda de água. Dessa forma, quando esse revestimento é retirado a pele fica exposta e suscetível a problemas como irritação.

Como prevenir a coceira após o banho?

Um dos primeiros passos para diminuir e até extinguir a coceira após o banho é optar pelo banho com água fria no lugar quente, quando possível. Mas você sabe quais são os motivos para essa troca polêmica?

A utilização da água fria promove uma diminuição considerável da inflação e do inchaço na pele. Ela também é responsável por contrair os vasos que realizam o transporte de sangue. Essa reação pode causar uma redução da coceira pós-banho.

Contudo, a utilização de certos produtos pode ocasionar inflamações. Por conta disso, é interessante que busque aplicar produtos de limpeza suaves e com uma potente ação de hidratação. Evitar o uso de sabonetes com excesso de fragrâncias também é indicado.

Além disso, esteja atento ao rótulo de todos os produtos que entrem em contato com a sua pele, como o shampoo, sabonete, hidratantes, óleos, dentre outros. Nenhum desses itens devem conter ingredientes que possam ser agressivos para a sua pele.

O uso de objetos que possam ser mais agressivos para a pele como buchas, por exemplo, devem ser indicadas por um profissional da saúde para casos específicos. A proteção da camada natural da pele deve ser protegida e não arrancada durante o banho.

Ainda é necessário estar atento ao tempo de banho. Os demorados podem não ser a melhor opção para manter uma pele saudável e sem coceira.

Como a utilização de hidratantes pode ser benéfica para prevenir a coceira?

A hidratação da pele é essencial para prevenir inflamações, rachaduras, coceira após o banho e outras inconveniências. Essa hidratação vai de pessoa para pessoa, com isso, algumas podem necessitar de uma hidratação maior outras menos.

“O interessante é que o corpo é um pacote, as pessoas que tem histórico de alergias respiratórias — rinite, asma, bronquite, etc — tem uma tendência a ter a pele mais seca e são mais propensas a ter esse tipo de problema”, explica o especialista.

Com isso, é interessante a utilização de hidratante, principalmente, após o banho. Porém, se deve buscar um produto que mais se adéque a sua pele.

Dessa forma, a utilização de produtos que promovam a hidratação da pele é importante pois ajudam na prevenção da perda da umidade natural. Todavia, esse movimento deve ser contínuo, ou seja, deve ser feito de forma constante — criando um hábito diário.

A pele é afetada pelo clima?

Todo o seu corpo pode ser afetado pelas mudanças climáticas, já que elas tem um grande poder de influência, seja nas vias respiratórias ou no nível de umidade da pele.

“No inverno a pele tende a ficar mais seca porque a atmosfera está mais seca, então a pele perde hidratação para o ambiente”, contextualiza o Dr. José Jabur da Cunha.

Com isso, é importante estar atento à hidratação nesse período e evitar os banhos quentes, já que essa prática faz com que a pele perda ainda mais a sua proteção natural.

Porém, de acordo com Dr. José Jabur da Cunha, no verão a pele pode ganhar hidratação do próprio ambiente, por conta da umidade relativa do ar.

Quando procurar ajuda médica para a coceira após o banho?

O primeiro passo necessário é partir em busca de um médico dermatologista para entender o que está motivando essa condição. Normalmente, não são casos graves mas pode existir a indicação de uma investigação mais aprofundada.

Por conta disso, se a coceira for intensa, persistente e acompanhada por um excesso de vermelhidão, erupções cutâneas, feridas, descamação, é necessário buscar um especialista para avaliação do quadro. Posteriormente, o médico indicará o melhor tratamento para o quadro.

Ao longo deste artigo foi possível entender mais sobre as causas da coceira pós-banho, a respeito da importância de manter a sua pele hidratada e acerca dos elementos externos que podem influenciar. Você sabia que a hidratação da região cutânea é essencial para a saúde da pele?

Veja também: Plantão #28 – Dermatologia e Câncer de Pele

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Veja também

Riscos da divulgação de “antes e depois” de procedimentos estéticos

Cirurgião plástico Josué Montedonio adverte sobre riscos da divulgação de "antes e depois" de procedimentos estéticos

Leia mais

Preliminares: Entenda a importância para o corpo feminino

Você sabe por que uma mulher precisa de preliminares no momento do sexo?

Leia mais

Veja 4 produtos essenciais para se ter na rotina de skincare da pele madura

Entenda quais são esses produtos e o benefício de cada um deles para a pele

Leia mais