Esporte e Atividades FísicasSaúde da Criança

Musculação na infância: as vantagens e a importância do acompanhamento regular

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Musculação também pode trazer benefícios para as crianças

Crianças e adolescentes podem fazer musculação?

Uma das maneiras mais populares entre os brasileiros de fazer exercício físico é através do levantamento de peso nas academias. Mas será que a musculação na infância é benéfica ou é uma prática a ser evitada?

Com a popularização da atividade como exercício físico, é notório que cada vez mais adolescentes estão frequentando academias no país. Além disso, é possível notar crianças se interessando pelo levantamento de peso como atividade física — ao invés de práticas mais tradicionais, como futebol, natação ou vôlei.

Mas em relação a esse assunto, sempre há aqueles questionamentos: “Crianças podem fazer academia?”, “Há algum risco?” “Quais são os benefícios de uma criança fazer academia?”. Sabendo disso, trouxemos este artigo para você tirar todas essas dúvidas.

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), tanto crianças quanto adolescentes podem praticar musculação em academias. No entanto, a instituição destaca que os treinos para jovens não devem ser os mesmos praticados por adultos.

Laura Amaral Coelho de Azevedo, médica formada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Residente de Medicina Esportiva da Santa Casa de São Paulo, reforçou em entrevista ao podcast Plantão Médico que crianças e adolescentes podem fazer academia como atividade física.

No entanto, ela destaca que é importante que elas tenham supervisão de um especialista na área. O objetivo do acompanhamento é o cuidado no manuseio dos pesos e fazer com que a prática seja divertida.

“Precisamos lembrar que para uma criança é essencial que seja divertido, se não for divertido ela não vai querer continuar. A primeira coisa que precisamos orientar aos pais é que é preciso ser 100% supervisionado, a criança ou o adolescente não pode ir sozinho fazer as atividades físicas”, explica a Dra. Laura.

Veja também: Musculação na infância: entenda quais os riscos e benefícios da prática

Quais são os benefícios que a musculação traz para a criança?

Assim como a prática de diversos outros esportes, a musculação  na infância com o acompanhamento adequado também pode trazer benefícios para crianças. Veja quais são eles!

Aumento da força muscular

Assim como para pessoas de idade mais avançada, crianças e adolescentes que praticam musculação podem ter um aumento em sua força muscular.

Com esse ganho, eles tendem a ter um melhor funcionamento de suas articulações, além de fazer com que tenham uma boa postura. Consequentemente, pode haver uma prevenção contra problemas de coluna no futuro.

Melhor autoestima

A musculação pode fazer com que muitos praticantes tenham uma perda de gordura e isso não é diferente entre crianças e adolescentes. Desse modo, eles podem vivenciar uma melhora na  autoestima à medida que sentem mais orgulho do seu progresso.

Infelizmente, o bullying é algo que acontece na vida de alguns jovens, e um dos principais alvos daqueles que fazem essa prática são pessoas acima do peso, fazendo com que tenham uma baixa autoestima. Com a perda de peso através da musculação, estas pessoas podem se sentirem mais confiantes em relação a sua aparência.

Melhor desempenho esportivo

Normalmente, crianças e adolescentes gostam de participar de competições esportivas. Com a prática da musculação, elas podem melhorar seu desempenho em diversas outras práticas — tanto individuais quanto coletivas.

Por meio de exercícios com o levantamento de peso, além do aumento na força muscular, as crianças podem experimentar um melhor desenvolvimento cardiovascular. Esse aspecto possibilita uma performance mais eficiente em outros esportes, envolvendo resistência ou explosão muscular.

Melhora no perfil lipídico

Enquanto crianças e adolescentes, normalmente, gostam de praticar esportes, não é incomum que gostem de alimentos pouco saudáveis. Dessa maneira, eles podem ter perfil lipídico, ou seja, taxas de colesterol e triglicerídeos, abaixo do que é considerado saudável. Com a prática da musculação, isso pode ser melhorado.

Por meio do exercício regular e também de uma dieta balanceada, exercícios com levantamento de pesos são um dos meios recomendados para uma melhora das taxas de colesterol e triglicerídeos, seja para jovens ou pessoas mais velhas.

Menor risco de desenvolver depressão e ansiedade

Segundo pesquisa da Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde (UNA-SUS), 25,1% das crianças e dos adolescentes brasileiros sofrem com ansiedade e depressão. Um dos meios para combater estas condições é a partir da musculação.

Ela é uma prática que exige atenção e dedicação e, caso uma criança ou um adolescente esteja interessado nos exercícios, é possível que ela o ajude a se manter menos ansioso com outros acontecimentos do seu cotidiano. Além disso, a musculação pode ser uma oportunidade para desopilação.

Musculação na infância.

Quais os riscos da musculação na infância?

Em paralelo à musculação  na infância pode trazer muitos benefícios, ela também pode possuir riscos caso não seja exercitada da maneira correta e acompanhada por um profissional da área. Aprenda quais são os principais riscos!

Acidentes

Como todos devem saber, a musculação é feita através do levantamento de pesos que possuem grande carga. Caso não sejam utilizados da maneira correta, podem gerar acidentes.

Durante sua participação no Plantão Médico, a Doutora Laura Coelho comentou sobre o uso incorreto dos pesos durante o treino de musculação, que podem ocasionar fraturas em membros como mãos e pés.

“Mais de 70% das lesões associadas a musculação são acidentes. Dois terços (⅔) dessas lesões são em membros tanto em mãos quanto em pés, que está associado ao uso incorreto desses pesos”, explicou a médica.

Lesões

Outro risco que a musculação em crianças e adolescentes pode trazer são lesões durante o treinamento. Ombros e joelhos são exemplos de áreas do corpo que podem sofrer os impactos.

O levantamento de peso ajuda no desenvolvimento muscular, mas caso os treinos estejam sendo executados com cargas acima do que o necessário ou feitos com movimentos incorretos, pode ocorrer em distensões e estiramentos dos músculos.

A musculação muito cedo pode atrapalhar o crescimento?

“Se você começar a fazer musculação agora não irá crescer mais”. Essa é a frase que muitas crianças e adolescentes escutam quando querem entrar na academia. Contudo, ela está incorreta.

Ao longo de sua participação no Plantão Médico, a Doutora Laura Coelho explicou que isso é basicamente uma lenda urbana, visto que não existe nenhum estudo que comprove que a prática da musculação entre crianças e adolescentes irá interferir em seu crescimento.

“Não temos nenhum estudo prospectivo que mostrou que há qualquer impacto negativo no crescimento de crianças e adolescentes. Todos os estudos prospectivos mostraram impactos positivos, já que há um aumento na densidade mineral óssea e força muscular”, informou ela.

Existem exercícios ideais para cada faixa de idade?

Como você entendeu, crianças e adolescentes não devem fazer os mesmos exercícios destinados para adultos. Portanto, sim, há atividades diferentes para faixa de idade.

Para crianças até 12 anos, o recomendável é que a musculação seja destinada de maneira divertida e priorize o desenvolvimento das habilidades motoras do corpo — não apenas a massa muscular. Além disso, a prática de outras atividades físicas, como dança, corrida e outro esporte, é aconselhável.

Já para adolescentes a partir de 16 anos, uma musculação mais destinada ao ganho de massa e força muscular pode ser mais encorajada. Mas é interessante adequá-la com a frequente execução de exercícios aeróbicos.

Veja também: Atividade física para crianças: Entenda a importância

Por que o acompanhamento profissional é tão importante?

Durante o artigo, você compreendeu os motivos do porquê da musculação poder ser feita  tanto em crianças quanto em adolescentes. Também viu os riscos caso ela seja feita da maneira incorreta.

Por isso, ter acompanhamento de um profissional é tão relevante. A supervisão de um especialista da área fará que uma criança ou um adolescente tenha os melhores exercícios para a faixa etária de sua idade.

Além disso, ele pode ajudar com que a criança ou adolescente tenha uma melhor execução das atividades físicas. Então é possível aproveitar melhor os benefícios lidando com menos riscos.

O acompanhamento de um profissional também é importante para que os pais recebam um retorno de como está sendo o desempenho de seu filho na musculação. Logo, a prática se tornará mais positiva para todos.

 

 

 

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Ansiedade Noturna: Psicólogo ensina estratégias para lidar com preocupações durante o sono

Descubra os sinais, origens e métodos para lidar com esse desafio

Leia mais

SBACV alerta para aumento expressivo de trombose venosa no Brasil e responde se há correlação com a vacinação de COVID-19

Sociedade reforça importância de campanhas de conscientização no país

Leia mais

Revolução silenciosa: 38% dos afastamentos nas empresas são por motivos relacionados à saúde mental

O aumento significativo é atribuído a vários fatores, incluindo o impacto contínuo da pandemia e mudanças rápidas no ambiente de trabalho

Leia mais