Movimento

Artrose x atividade física?

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar | 3 minutos de leitura

Pesquisa mostra que a prática de exercícios ajuda a manter a articulação saudável e auxilia na qualidade de vida

O que é Artrose?

A artrose, é uma doença que ataca as articulações principalmente nos joelhos, quadris, mãos, coluna, provocando dores nas juntas, rangidos nas articulações e inchaços, limitação de movimentos e queimação em alguns pontos.

Segundo dados do Ministério da Saúde, a artrose  atinge 15 milhões de pessoas só no Brasil e, no mundo é a quarta principal causa da redução da qualidade de vida. Pode acometer pessoas de todas as idades, mas é mais comum a partir dos 50 anos.

Fatores

O desgaste das articulações com o envelhecimento é comum, sendo a idade um fator devido à maior risco do desgaste da cartilagem.

Obesidade provoca maior desgaste das articulações, especialmente das pernas e da coluna.

Sobrecarga das articulações, em função da ausência de musculatura adequada em algum trabalho ou atividade em que seja necessário agachar e levantar objetos pesados com frequência, sobrecarregará a articulação que pode levar a degeneração da cartilagem.

O mesmo ocorre com atividades esportivas que exigem muito de determinadas articulações e com constantes movimentos de torção, sem o preparo muscular adequado.

Artrose e Atividade Física

Tratamento

Um estudo realizado pela Monash University, em Melbourne, Austrália, e publicado pela Medicine Science in Sports & Exercise, mostra que a prática de exercícios ajuda a manter a articulação saudável e pode beneficiar até mesmo a cartilagem. Mas calma aí, antes de sair correndo para se exercitar, é bom lembrar que a atividade física tem que ser orientada por um profissional de saúde, que vai analisar o problema do paciente e quais atividades serão mais benéficas para cada caso.

Mudanças nos hábitos comportamentais e exercícios como pilates, hidroginástica para estimular os movimentos e o fortalecimento das articulações podem adiar o desenvolvimento ou a progressão da doença. Em casos mais avançados, onde há muita dor ou desvio, a única forma de correção é por meio de intervenção cirúrgica para colocação da prótese.

Prevenção

  • Evitar o sobrepeso.
  • Adotar uma alimentação saudável.
  • Exercitar-se.
  • Manter uma postura correta.

Recomendações para quem tem artrose

  • Repouse por algum tempo durante o dia e depois de atividades que usem a articulação acometida pela artrose.
  • Adote uma postura cuidadosa ao sentar, levantar objetos e andar, para evitar posições forçadas que sobrecarreguem as articulações.
  • Adote uma postura cuidadosa ao sentar, levantar objetos e andar, para evitar posições forçadas que sobrecarreguem as articulações.
  • Evite atividades que promovam impactos repetitivos e carregamento inadequado de pesos.
  • Use sapatos confortáveis que ofereçam boa base de apoio;
  • Pratique exercícios, mesmo que isométricos (aqueles em que a pessoa fica imóvel, como a prancha) para conferir estabilidade às articulações;
  • Controle o ganho de peso;
  • Se necessário,  não dispense bengalas ou andadores, que podem dar maior independência de locomoção; e evitar quedas
  • Utilize sempre os corrimãos das escadas e as alças de apoio no banheiro.
Referências:

OMS

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Veja também

Lipedema: No mês de conscientização a SBACV reforça o cuidado vascular da mulher

Condição que acomete 10% da população feminina acende alerta sobre importância da informação e consultas com especialistas adequados

Leia mais

Riscos da divulgação de “antes e depois” de procedimentos estéticos

Cirurgião plástico Josué Montedonio adverte sobre riscos da divulgação de "antes e depois" de procedimentos estéticos

Leia mais

Preliminares: Entenda a importância para o corpo feminino

Você sabe por que uma mulher precisa de preliminares no momento do sexo?

Leia mais