Esporte e Atividades Físicas

Hapkido: o que é e quem pode praticar

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Pensa em praticar alguma arte marcial mas ainda não sabe qual? Conheça melhor o Hapkido.

As artes marciais envolvem um conjunto de técnicas de luta individual, desenvolvendo diversas habilidades como equilíbrio, fortalecimento, autocontrole, coragem, lealdade etc. E uma das alternativas para praticar é o Hapkido.

Conhecido por ter um longo repertório de golpes, com movimentos graciosos e efetivos, garantindo melhor condicionamento físico e mental aos seus adeptos. Entretanto, como todo esporte, é natural se perguntar se ele pode ser praticado por qualquer pessoa.

Quer conhecer mais sobre os benefícios do Hapkido para a saúde e qualidade de vida? Acompanhe a leitura!

O que é Hapkido?

O Hapkido é uma arte marcial que tem o objetivo de treinar seus praticantes com técnicas para defesa pessoal, sendo fundamentado na disciplina e valores éticos.

Diferente do que muitos podem pensar, o Hapkido não é um esporte ou uma aula funcional feita em academias. Como arte marcial, ele envolve disciplinas físicas e mentais com foco no desenvolvimento pessoal.

Por esse mesmo motivo, o Hapkido não deve ser praticado como uma forma de adquirir um corpo musculoso ou mesmo ser incentivado como competição de pontos que traga disputa entre os participantes.

Dentro do método de ensino, o Hapkido traz referências a diversos princípios de outras artes marciais, como Karatê, o Judô, o Aikido, o Kung Fu e o Tae Kwon Do.

O Hapkido foca os seus métodos no manejo eficaz das articulações e dos pontos de pressão. Para isso, ele combina movimentos ofensivos e defensivos para dar aos praticantes as ferramentas necessárias para desarmar seus oponentes de maneira rápida e eficiente.

Um ponto interessante de ser destacado e o significado do nome Hapkido, que tem a tradução livre “caminho da união da força interior”, baseada na seguinte distribuição do nome:

  • hap: harmonizar (ou união);
  • ki: energia vital (ou força interior);
  • do: caminho.

Nesta filosofia, o Hapkido encontra seu diferencial.

Hapkido o que é e quem pode praticar

Qual a origem do Hapkido?

O Hapkido tem sua origem na Coreia com Yong-Sool Choi, considerado o pai desta arte marcial. Para desenvolver o Hapkido, Choi resgatou conceitos do Daito-ryu Aikijujutsu, luta japonesa que é semelhante ao jiu-jitsu tradicional.

O Hapkido começou a se popularizar na Coreia no final dos anos 50, chegando ao Brasil em 1970. A porta de entrada em solo brasileiro foi em São Paulo, sendo inserida no exército brasileiro, na cidade de Osasco, como parte dos treinamentos militares.

Quais são os fundamentos e golpes do Hapkido?

Após a sua criação, o Hapkido foi sendo aperfeiçoado por seu fundador com o aumento no número de técnicas e de golpes. Hoje o Hapkido é caracterizado pela velocidade e diversidade de golpes, unindo:

  • Chutes baixos à altura da canela;
  • Chutes aéreos;
  • Socos e arremessos;
  • Luta no solo;
  • Defesa de armas brancas e armas de fogo;
  • Imobilizações;
  • Acrobacias;
  • Torções nas articulações;
  • Técnicas com armas diversas;
  • Autodefesa com qualquer objeto.

No entanto, para além dos golpes, o Hapkido está fundamentado em três princípios, chamados de Yu, Won e Wa em coreano. Os significados são:

  • Yu: Representando a água, este princípio traz em seu simbolismo a fluidez e adaptabilidade dos movimentos aprendidos no Hapkido.
  • Won: ou Círculo é um fundamento relacionado aos golpes circulares praticados no Hapkido. Estes golpes são utilizados para se desviar da força do oponente.
  • Wa: A harmonia. Com ela, o praticante deve aproveitar cada acontecimento do combate como uma oportunidade a seu favor, encontrando o equilíbrio entre corpo e mente.

Quem pode praticar?

O Hapkido é uma arte marcial que pode ser praticada por crianças, jovens e adultos. No entanto, duas condições precisam ser analisadas: a criança deve ter acima de 5 anos e o praticante não pode ter nenhum problema prévio de saúde que possa ser um limitante para praticar a arte.

Por isso, é importante consultar um médico para saber se a pessoa interessada está apta a desenvolver as habilidades do Hapkido. Lembrando que é uma arte marcial que mexe com todo o corpo e exige esforço físico.

Além disso, a pessoa que está aprendendo o Hapkido precisa trabalhar constantemente sua autoconfiança e autocontrole, empregando o método de forma segura, profissional e responsável. Caso contrario, a arte marcial pode se tornar perigosa para quem está aprendendo e também para as pessoas a sua volta.

Quais são os benefícios do Hapkido?

A prática do Hapkido traz benefícios físicos e mentais para os seus praticantes, sendo uma arte marcial que trabalha o indivíduo por completo.

Entre os benefícios físicos há fortalecimento muscular e resistência da capacidade aeróbica e anaeróbica. Com isso, ele pode contribuir com a saúde e até melhorar a performance da pessoa em outros esportes.

Já entre os benefícios mentais estão o aumento da autoestima, resiliência, autocontrole, autoconfiança, etc.  Desse modo, a prática se destaca por promover uma melhora na qualidade de vida do praticante.

Além disso, um dos maiores benefícios do Hapkido está no ensino dos princípios de conduta e de concentração proposta pela disciplina. Ao aprender a arte marcial, crianças e jovens têm a oportunidade de ver o valor prático e ter uma ética interior bem enraizada.

Um outro ponto muito importante é que o Hapkido ajuda a desenvolver o autocontrole, possibilitando que crianças, jovens e adultos vivam muito melhor em sociedade.

Por mexer com questões de autoconfiança, a arte marcial também ajuda os praticantes a lidarem com suas inseguranças, realidade que afeta pessoas de todas as idades e muitas vezes trazem barreiras para as relações sociais.

De forma geral, praticar o Hapkido ajuda a desenvolver:

  • Disciplina;
  • Autocontrole;
  • Coordenação motora;
  • Concentração;
  • Coragem;
  • Autoconfiança;
  • Respeito à hierarquia;
  • Uma mente mais sadia.

Com o Hapkido, crianças, jovens e adultos têm a oportunidade de aprenderem como canalizar suas energias de forma positiva, evitando problemas de comportamento e sintomas de ansiedade, de medo ou de estresse.

O que considerar antes de começar a praticar?

Como pontuado no tópico anterior, o Hapkido traz inúmeros benefícios para os seus praticantes, trabalhando competências que buscam o perfeito equilíbrio para os seus praticantes.

No entanto, antes de iniciar a prática do Hapkido é importante levar em consideração algumas questões. Por exemplo, certifica-se de escolher um professor profissional, analisando as competências, método de ensino e histórico dentro da arte marcial.

O Hapkido envolve golpes que, quando não praticados corretamente, podem causar graves lesões. Por isso, é importante ter confiança no professor que vai acompanhar a jornada de aprendizagem e crescimento dos alunos.

Em caso de crianças, também é importante analisar se o professor tem um método lúdico e atraente para que as crianças se envolvam na aula, tendo maior interesse em aprender.

O ambiente de prática também é muito importante, desde a estrutura até os colegas, que devem ter um espírito cooperativo e não competitivo.

Quem planeja iniciar o Hapkido também não pode esquecer do objetivo da arte marcial. Não adianta iniciar as aulas sem buscar o propósito e os benefícios trazidos pela arte coreana. A prática não deve ser vista como um método de controle de peso e tonificação dos músculos.

Praticar o Hapkido é estar disposto a desenvolver, por meio do esporte, uma filosofia de vida. A execução das técnicas e movimentos exigem dedicação, estudo e desejo de continuar aprendendo e melhorando.

Veja também: 10 Benefícios da escalada indoor

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Veja também

Importância de cuidar da saúde e evitar doenças

Especialista explica a importância de cuidar da saúde e evitar doenças e falta de qualidade de vida

Leia mais

Lipedema: No mês de conscientização a SBACV reforça o cuidado vascular da mulher

Condição que acomete 10% da população feminina acende alerta sobre importância da informação e consultas com especialistas adequados

Leia mais

Riscos da divulgação de “antes e depois” de procedimentos estéticos

Cirurgião plástico Josué Montedonio adverte sobre riscos da divulgação de "antes e depois" de procedimentos estéticos

Leia mais