Esporte e Atividades Físicas

Corrida de rua: Por onde começar?

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Já pensou em praticar corrida de rua e não sabia por onde começar? Separamos algumas dicas para te ajudar!

A corrida de rua é um esporte que chama a atenção de muitas pessoas. Afinal, além de ser acessível para todos os públicos, ela traz diversos benefícios para a saúde.

Entretanto, isso não significa que basta apenas comprar um tênis novo e começar a correr. Existem certos pontos que você deve prestar atenção antes de começar a prática para usufruir melhor dos benefícios.

Neste artigo, você entenderá mais sobre a corrida de rua, quais são os benefícios para sua saúde e como se preparar para iniciar a prática. Aproveite a leitura!

O que é a corrida de rua e como surgiu?

Seja por gênero, faixa etária, ou diferentes classes sociais a diversidade de público e praticantes da corrida de rua é imensa. Com novos adeptos a cada dia, ela é uma das modalidades esportivas mais democráticas que existem.

As duas principais provas da corrida de rua são a meia maratona e a maratona. Elas são eventos com participação popular, incluindo o envolvimento de atletas de alto nível junto com centenas ou milhares de corredores amadores.

Datado de 776 a.C., o primeiro evento dos primeiros Jogos Olímpicos foi uma corrida a pé. Em 490 a.C., um soldado grego chamado Fidípides teria corrido de Maratona a Atenas, na Grécia para dar a notícia de uma vitória militar contra os persas na Batalha de Maratona.

Apesar de não existir provas desse fato, foi ele que impulsionou a maratona que conhecemos hoje. Com a distância oficial de 42.195 metros, trata-se de uma das mais longas, difíceis e desgastantes provas do atletismo.

Desde então, ela é uma prática popular e de fácil acesso para maior parte das pessoas, fazendo parte do conjunto de práticas do atletismo e da tríade do Triathlon, em conjunto com a natação e o ciclismo.

Atualmente, a Federação Internacional das Associações de Atletismo (IAAF) define distâncias oficiais que variam de 5 km a 10 km.

Corrida de rua por onde começar

Quais são os tipos de corrida?

Para a curiosidade de muitos, existem outras modalidades de corridas além da corrida de rua ou esteira, com grandes adeptos ao redor do mundo. Entre as outras modalidades estão:

Corrida de montanha: com subidas e descidas no trajeto, a corrida de montanha varia as distâncias de acordo com o nível do mar (mínimo de altimetria acumulada), sendo assim, não é uma prática estática e muito menos linear;

Corrida trail run: caracterizada por trazer desafios com a natureza, a corrida trail run é mais intensa que a corrida de montanha. Isso porque a prática é feita em trilhas, bosques e até praias, essa modalidade é aberta para todos os corredores, e as distâncias podem variar de 5 km a 100 km de distância.

Corrida de pista: corrida de pista é uma das modalidades mais tradicionais do atletismo e da corrida. Ela é feita em pista, com desafios fixos e desafiadores.

Quais são os principais cuidados antes de começar?

Existem certos cuidados para se ter antes da corrida de rua. Uma avaliação com um médico, por exemplo, é essencial para uma análise da saúde do corpo.

Quando realizada de maneira correta e com acompanhamento profissional, é possível correr durante muitos anos.

Além disso, entre as técnicas que colaboram para uma corrida mais saudável, estão:

  • Aquecimento dos músculos;
  • Equilíbrio entre andar e correr;
  • Deixar os braços soltos e, consequentemente, os ombros;
  • Conhecer os limites e aumentar o ritmo aos poucos.

Também é indispensável pensar na questão da alimentação. Ter uma dieta balanceada é muito importante para performar melhor.

Qual o tênis ideal para iniciar na corrida de rua?

Existem tênis específicos para corrida e que também devem ser levados em consideração outras variantes, como por exemplo o peso, formato do pé, as tecnologias e os materiais utilizados.

Sobre o peso, por exemplo, pessoas que estão mais acima do peso relatam se sentir mais confortáveis usando um tênis que possui maior amortecimento e o solado mais alto.

Esta também é uma ótima aposta para os iniciantes, uma vez que ainda estão se adaptando aos impactos que o exercício causam.

Os que já praticam corrida há mais tempo e possuem um peso mais leve, podem se sentir mais à vontade com tênis mais simples, sem muito amortecimento e consequentemente menos pesados.

O tênis utilizado para corrida não deve ser o mesmo utilizado para outros tipos de atividade física, por serem especificações diferentes. Ao utilizar um calçado que não atenda essas necessidades, há o risco de lesões.

Quais são os benefícios de fazer corrida de rua?

Praticar corrida de rua é benéfico para o seu cotidiano. Aumentar o condicionamento físico e melhorar a disposição para o dia a dia são alguns dos resultados sentidos com a atividade.

Os principais benefícios da modalidade passam pela melhora do sistema imunológico e respiratório, a redução dos riscos de doenças cardiovasculares, de Acidente Vascular Cerebral (AVC), assim como promover o melhor controle da pressão arterial.

Além disso, há os benefícios para sua saúde mental. É bastante usual que a corrida de rua possa reduzir sintomas de estresse e também traga outros benefícios, como melhora da qualidade do sono e até minimização da ansiedade.

Correr na rua ou na esteira?

Para quem está iniciando, a recomendação é a realização de um teste ao ar livre e na esteira, para então escolher qual forma é mais prazerosa. O ideal é começar onde puder.

Ao correr ao ar livre é possível um gasto maior de energia. Isso acontece porque o trajeto pode conter solo irregular, resistência do vento, entre outras variantes que fazem com que o esforço seja maior. Porém, ao mesmo tempo, exige mais das articulações para evitar que ocorra lesões.

O grande ponto positivo de correr ao ar livre é o bem-estar que esta corrida irá proporcionar, pois ao mesmo tempo em que você estará praticando uma atividade física, também estará apreciando a paisagem ao seu redor.

Por outro lado, demanda mais atenção devido às variantes do espaço. Além disso, é possível que o tempo não esteja muito favorável, podendo atrapalhar seu desempenho.

Ao correr na esteira, você estará em um ambiente controlado, protegido e com um “trajeto” regular. O gasto de energia na esteira pode ser compensado utilizando maior inclinação e aumento da velocidade.

Como se preparar para corrida de rua?

Um tênis apropriado, uma roupa leve e a vontade de começar são a base de tudo. Mas correr, embora seja uma atividade aparentemente simples, requer certos cuidados e disciplina para não haver problemas.

Primeiramente, a medida mais recomendada aos corredores é que façam exercícios de peso e resistência por 30 a 40 minutos, intercalando as duas modalidades.

Os exercícios de resistência são muito importantes porque ajudam a fortalecer os ossos durante o percurso da corrida, enquanto os de peso preparam o esqueleto para suportar todo o peso do corpo (que ao longo de uma subida, por exemplo, aumentará).

É sempre importante cuidar da alimentação. Se o corredor contar com sobrepeso, esta massa de gordura vai prejudicar a sustentação dos ossos, provocando mais cansaço e até mesmo lesões. Uma alimentação balanceada e equilibrada é fundamental, como vimos.

É sempre importante frisar que os praticantes e principalmente aqueles que desejam se tornar praticantes de corrida de rua jamais devem se esquecer de examinar os seus fatores de risco pessoais.

Casos de artrite reumatoide ou osteoporose na família, por exemplo, devem ser analisados, assim como reumatismo ou fraturas que tenham ocorrido em um passado próximo. Essas ocorrências podem provocar dores e outros problemas durante o esporte.

Ademais, pode ser interessante:

Ter uma assessoria esportiva como aliada

A assessoria esportiva pode ser a dica mais importante para os atletas que estão começando. O profissional vai ajustar os treinos de acordo com a sua realidade, ensinando as técnicas corretas.

A assessoria é também essencial para atletas que buscam alta performance. Afinal, para completar uma maratona, não basta correr. É preciso ter preparo, consciência e muito conhecimento.

Estar aberto às adaptações

Correr na rua exige atenção aos sinais de corpo. Sendo assim, não ache que sair correndo em velocidade alta, todos os treinos, é o que irá trazer evolução. É importante progredir e conhecer a técnica e, para isso, você precisa estar aberto às adaptações.

Para ter bom rendimento, seu corpo precisa estar ajustado ao tipo de treino, então esqueça quantos quilômetros está percorrendo e qual a velocidade média da corrida. No primeiro momento, foque em ter força de vontade para treinar e não desistir.

Contar com o auxílio de outros profissionais

Por fim, também é importante ter outros profissionais no processo de adaptação e evolução na corrida de rua. Seja nutricionista para te entregar um cardápio alimentar de acordo com seus objetivos, um fisioterapeuta para ajudar na recuperação e até um psicólogo para te auxiliar a superar as frustrações no decorrer dos desafios.

Veja também: 5 dicas para correr a sua primeira meia maratona

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Enxaqueca oftálmica – Entende as causas, sintomas e tratamento

Entenda a importância de saber distinguir entre uma enxaqueca comum e uma enxaqueca derivada da visão.

Leia mais

Bariátrica estabiliza nível cognitivo, diz estudo

Estudo revela que a cirurgia bariátrica pode ajudar no longo prazo a estabilizar o nível cognitivo

Leia mais

5 Dicas para as empresas colaborarem com ambientes de trabalho mais saudáveis

Estudo mostra que 33% dos funcionários brasileiros têm algum tipo de transtorno mental

Leia mais