Esporte e Atividades Físicas

Atividades Físicas para Idosos: Quais as melhores?

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Dizem que quando envelhecemos devemos descansar, mas a verdade é que quando envelhecemos precisamos mais do que nunca nos mantermos ativos!

Existe um pensamento popular de que, quando envelhecemos, precisamos ficar o máximo possível descansando e não devemos fazer esforço, visto que agora somos idosos e não podemos mais fazer atividades físicas. No entanto, não é bem assim.

Assim como uma pessoa em qualquer fase da vida, os idosos precisam fazer atividades físicas para preservar a saúde do seu corpo. Além disso, fazer exercícios enquanto está no período da terceira idade também traz diversos benefícios para sua saúde mental.

Sabendo disso, elaboramos esse artigo para você entender quais são as melhores atividades físicas para pessoas idosas. Aqui você também poderá saber qual a importância de fazer exercícios enquanto está na terceira idade, quais são os mais indicados e que cuidados são necessários antes de fazê-los.

Acompanhe a leitura do artigo!

É importante o idoso praticar atividade física?

Como você viu, é muito importante que pessoas acima dos 60 anos, legalmente o período em que alguém já é considerado um idoso, mantenha uma rotina de atividades físicas. Ter o hábito de fazer exercícios traz consequências positivas tanto fisicamente quanto psicologicamente.

O fato de alguém estar envelhecendo não significa que ela se torna incapaz de fazer atividades físicas. Na realidade, o período da terceira idade é o momento mais importante para alguém manter uma rotina de exercícios.

Conservar este costume neste ponto da vida é muito relevante, pois é quando estamos mais propensos a sentir mudanças no corpo. Entre eles, há a desaceleração do metabolismo e certa propensão a lesões.

Nesse sentido, é muito importante que idosos tenham um hábito de fazer atividades físicas para prevenir ou impedir agravamento de certas enfermidades. Além disso, ter uma boa alimentação combinada a essa rotina de exercícios ainda pode fortalecer o sistema imunológico de um idoso, aumentando ainda mais o seu vigor físico.

O hábito de fazer atividades físicas ainda contribui na independência do idoso. Uma vez que ele, por meio de exercícios, ele fortalecerá sua musculatura e sua locomoção, fazendo com que tenha a possibilidade de passar mais anos sem precisar de ajuda para atividades simples, como caminhar ou ir ao banheiro.

Além disso tudo, manter uma rotina de atividades físicas ainda ajuda na prevenção contra ansiedade e depressão. O fato de fazer exercícios ajuda no controle da ansiedade de alguém, fora que sair de casa e socializar com pessoas que não fazem parte de um círculo familiar também colabora neste fator.

Quais são os benefícios de um idoso ter uma rotina com atividade física?

Como disse anteriormente, ter uma rotina de atividades físicas traz diversos benefícios. Saiba quais são eles a seguir!

Melhora o funcionamento do coração e dos pulmões

Enquanto estamos envelhecendo, é natural que o nosso coração fique mais fraco e nossos pulmões fiquem mais “pesados”. Isso faz com que tenhamos menos força para fazer qualquer atividade, até mesmo as diárias, como ir ao banheiro, cozinhar e lavar a louça.

Porém, com uma rotina de atividades físicas desde o começo do período da terceira idade, tanto o coração quanto os pulmões podem ter suas capacidades melhoradas. Isso faz que o idoso seja menos propenso a doenças cardíacas e tenha mais facilidade ao respirar.

Fortalece os músculos e reduz o risco de quedas   

É natural quando entramos na terceira idade nossos músculos fiquem mais fracos. No entanto, com atividades físicas frequentes é possível que um idoso fortaleça os músculos, ajudando na capacidade de fazer algumas tarefas com pouca supervisão.

Além do mais, com os músculos mais reforçados, o risco de um idoso sofrer uma queda diminui. E é importante evitar que isso aconteça ao máximo, pois quedas são um dos principais fatores para acidentes graves em pessoas idosas.

Fortalece os ossos

Outro processo espontâneo que acontece quando envelhecemos é o fato de nossos ossos ficarem mais fracos. Isso é uma das grandes preocupações com idosos, pois qualquer pancada ou queda pode deixar graves consequências.

Com exercícios físicos frequentes, é possível deixar os ossos mais fortes. Isso previne que eles quebram ou luxem facilmente. Ademais, ainda pode fazer com que acidentes, como quedas, sejam menos danosas.

Quais as melhores atividades Físicas para Idosos

Evita depressão e ansiedade

Muitas pessoas quando chegam ao período da terceira idade passam muito tempo dentro de casa. Por mais que seja possível se ocupar com atividades ou hobbies, o mais recomendável é ter o hábito de uma rotina física.

Fazer exercícios físicos ajuda no combate contra a depressão e ansiedade, pois auxilia na produção endorfina, hormônio responsável pelo controle do estresse e ansiedade. Além disso, fazer estas atividades fora de casa também é muito recomendável por fazer com que tenha um momento livre de rotina.

Previne doenças degenerativas

O hábito de fazer atividades físicas também ajuda na prevenção contra doenças degenerativas, como Alzheimer e Parkinson, uma vez que os exercícios mantém e estimula o cérebro a estar alerta.

Até mesmo naqueles casos em que a doença já está mais avançada, a rotina de exercício irá ajudar a fazer com que a enfermidade demore mais para piorar. Isso faz com que o idoso passe menos tempo sem sofrer com sintomas mais graves.

Controla o nível de gordura

Ter o nível de gordura adequado é sempre importante desde quando somos crianças, mas quando chegamos à terceira idade é importante que ela esteja ainda mais controlada, visto que nesse período as doenças são mais severas.

A prática de atividades físicas, juntamente com uma boa alimentação, colabora no controle do nível de gordura corporal.

Quais são as atividades físicas mais indicadas após os 60?

Agora que você entendeu a importância e todos os benefícios que as atividades físicas trazem para pessoas idosas, apresentamos para você alguns exercícios que ela pode fazer.

Atividades na água

Atividades na água, como natação e hidroginástica, ajudam a desenvolver a força muscular. Além disso, esses exercícios ainda são benéficos para o sistema respiratório e cardiovascular, possibilitando até na recuperação de algumas enfermidades.

Musculação

Através de uma supervisão profissional, praticar musculação pode ajudar um idoso a fortalecer seus músculos e aumentar a massa óssea. Fora que, para atingir esses benefícios é apenas necessário dois treinos por semana, em dias não consecutivos.

Dança

Dançar também colabora no desenvolvimento dos músculos, mas ainda possibilita uma melhora no equilíbrio corporal e na coordenação motora, ajudando na prevenção contra quedas. Ademais, a dança proporciona estados emocionais positivos por meio de conhecer novas pessoas, lugares e gestos.

Pilates

Através do pilates, os idosos podem ganhar um alinhamento de postura e força muscular. Além do mais, também é possível diminuir a pressão nas articulações, prevenir doenças, como hipertensão e diabetes, e ainda controlar a obesidade.

Caminhada

Caminhadas permitem que ataques e problemas no coração sejam prevenidos, e ainda controla a pressão arterial e o nível de colesterol. Além disso, ela pode fortalecer músculos e ossos, fora desenvolver o equilíbrio e a coordenação motora.

Quais são os cuidados necessários antes de iniciar uma rotina ativa?

Até aqui, você já entendeu a importância, os benefícios e quais atividades físicas os idosos devem fazer. Contudo, existem certos cuidados para começar essa rotina de exercícios. Veja algumas delas a seguir.

Acompanhamento médico e profissional

Antes de começar qualquer rotina de atividades físicas, é importante que o idoso vá um profissional da saúde para fazer um check-up geral. Com isso, ele poderá entender o que, exatamente, precisa melhorar em sua saúde.

Ademais, é necessário que o idoso sempre faça as atividades físicas supervisionado por um profissional no assunto. A presença de um entendedor fará com que ele faça os exercícios da maneira mais segura possível.

Ter uma alimentação adequada

Certas coisas nunca mudam, ter uma alimentação saudável é uma delas. Durante a rotina de atividades físicas é importante que o idoso tenha uma nutrição adequada para acompanhá-lo.

O fato de uma alimentação saudável irá intensificar a rotina de exercícios, fazendo com que todos os benefícios das atividades sejam ainda melhores.

Respeitar o seu limite

Durante a rotina de atividades físicas, é importante entender a quantidade de exercícios que o idoso pode fazer e respeitar isso.

Caso este limite não seja respeitado, é possível que, ao invés das atividades trazerem resultados positivos, elas tragam consequências prejudiciais à saúde.

Neste artigo, você entendeu o quão importante é para o idoso manter uma rotina de exercícios. Ela será fundamental para manter a saúde em dia e prevenir diversos problemas!

Veja também: Conheça cinco benefícios da meditação para idosos

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Veja também

Lipedema: No mês de conscientização a SBACV reforça o cuidado vascular da mulher

Condição que acomete 10% da população feminina acende alerta sobre importância da informação e consultas com especialistas adequados

Leia mais

Riscos da divulgação de “antes e depois” de procedimentos estéticos

Cirurgião plástico Josué Montedonio adverte sobre riscos da divulgação de "antes e depois" de procedimentos estéticos

Leia mais

Preliminares: Entenda a importância para o corpo feminino

Você sabe por que uma mulher precisa de preliminares no momento do sexo?

Leia mais