Emagrecimento

04/03 Dia Mundial da Obesidade – os números, perigos e as soluções

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar |

Entenda que a obesidade é um desequilíbrio entre a quantidade de calorias consumidas e a quantidade que se gasta

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) a obesidade é um dos mais graves problemas de saúde. Até 2025, a estimativa é de que 2,3 bilhões de adultos ao redor do mundo estejam acima do peso, sendo 700 milhões de indivíduos com obesidade, ou seja, com um índice de massa corporal (IMC) acima de 30.

Por isso, o dia 04 de março é o Dia Mundial da Obesidade e o cirurgião do aparelho digestivo Dr. Rodrigo Barbosa, da capital paulista, afirma que essa não é uma questão de estilo de vida, mas sim de uma doença crônica, recidivante e multifatorial. Por isso, deve ser olhada com cuidado e atenção.

Para o médico, a obesidade é um desequilíbrio entre a quantidade de calorias consumidas e a quantidade que se gasta e muitos pacientes não conseguem por um fim ao sobrepeso utilizando de mudanças de hábitos e dieta, eles realmente precisam de intervenção cirúrgica. É aí que entra a cirurgia bariátrica.

0403 Dia Mundial da Obesidade - os números, perigos e as soluções

©Creativa Images via Canva.com

Veja também: Obesidade cresce no país em 2023 e acende alerta sobre a necessidade desvendar mitos para uma vida mais saudável

“Esse tipo de cirurgia está indicada, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), para pacientes com IMC acima de 35 Kg/m² que tenham complicações como apneia do sono, hipertensão arterial, diabetes, aumento de gorduras no sangue e problemas articulares, ou para pacientes com IMC maior que 40 Kg/m² que não tenham obtido sucesso na perda de peso após dois anos de tratamento clínico (incluindo o uso de medicamentos)”, revela. Para Dr. Rodrigo, o mais importante e essencial é que uma pessoa com esse perfil busque ajuda médica, já que a qualidade de vida e a saúde são itens que nenhuma balança ou fita métrica são capazes de medir.

O médico ainda revela quais são os tipos de cirurgias disponíveis, as vantagens e desvantagens e explica quais são elas.

Bypass – vantagens:

– Maior perda de peso em 2 anos

– Maior resolução de doenças como diabetes

– Redução de sintomas de refluxo gastresofágico no pós-operatório

Bypass – desvantagens:

– Maior risco de desnutrição

– Mais complicações no pós-operatório tardio (hérnia interna, náuseas e vômitos e etc)

– Necessidade de suplementação vitamínica provável pelo resto da vida

– Maior tempo cirúrgico

Sleeve – vantagens:

– Menor risco de desnutrição e de dependência de suplementação vitamínica

– Boa taxa resolução de doenças metabólicas

– Não manipulação de alças intestinais

– Menor risco de complicações no pós-operatório

– Menor tempo cirúrgico

Sleeve – desvantagens:

– Piora dos sintomas de refluxo

– Maior reganho de peso

– Menor perda total de peso

– Menor risco de complicações no pós-operatório

Para cada caso, Dr. Rodrigo lembra que é preciso avaliação individual das necessidades de cada paciente, mas uma dúvida não resta: “Perder peso é a opção número um de qualquer pessoa já que todo mundo precisa ganhar saúde”, finaliza.

Fonte: Dr Rodrigo Barbosa | Cirurgião Digestivo sub-especializado em Cirurgia Bariátrica e Coloproctologia do corpo clínico dos hospitais Sírio Libanês e Nove de Julho.  CEO do Instituto Medicina em Foco e coordenador do Canal ‘Medicina em Foco’ no Youtube https://www.drrodrigobarbosa.med.br/

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Veja também

Especialista explica como a fisioterapia pélvica auxilia a incontinência urinária em homens e mulheres

Estima-se que a incontinência urinária atinja cerca de 45% das mulheres e 15% dos homens acima de 40 anos

Leia mais

22 de Julho – Dia Mundial do Cérebro

4 dicas para fortalecer a saúde do seu cérebro

Leia mais

A Importância da Amizade: Perspectivas de Especialistas

No dia da amizade vale enaltecer sua importância e o impacto no nosso dia a dia.

Leia mais