Saúde & Bem Estar

Mindfulness: cuidado com a mente

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar | 6 min

Saiba mais sobre a prática e como começar a exercitar

Nos últimos tempos, em que o mundo vive o desafio da crise sanitária trazida pela pandemia da Covid-19, a atenção para os cuidados pessoais está em alta. Ainda que em um primeiro momento o foco seja nas medidas preventivas de contaminação e cuidados com o corpo, os efeitos também atingem o bem-estar psíquico, seja pelo medo ou pelo isolamento social, entre outros motivos. Com isso, várias técnicas para cuidar da mente nesse momento têm sido buscadas. Entre elas, o Mindfulness.

A prática, que pode ser entendida como um estado de atenção plena, pretende tirar as pessoas do “piloto automático”, ou seja, agindo de forma desatenta ou reativa. O exercício traz o foco para o momento presente, com maior consciência e atenção a cada movimento, situação e respiração. Além de levar à aceitação e reconhecimento de todos os estados internos, sejam sensações corporais, impulsos, emoções ou pensamentos.

As raízes do mindulness estão em práticas e filosofias orientais e passou a ter aplicação como terapia clínica no ocidente na década de 70, nos Estados Unidos, em um programa liderado pelo médico e professor Jon Kabat-Zinn.

A técnica é capaz de ajudar pacientes com depressão, ansiedade, doenças e dores crônicas, além de pessoas que sofrem com falta de concentração, queda de desempenho, cansaço extremo e que sentem falta de propósito em atividades rotineiras. Entre os muitos benefícios, estão:

• Desenvolvimento de inteligência emocional e empatia
• Redução do estresse e ansiedade
• Autoconhecimento
• Capacidade de concentração
• Redução de envelhecimento do cérebro
• Aumento da capacidade de memória
• Diminuição do impacto de pensamentos negativos

Atualmente, o mindfulness é conhecido como uma prática laica e tem atividades presenciais, junto de um instrutor, e à distância, que podem ser feitas em casa. Ainda, é importante não confundir com meditação, uma vez que essa é uma ferramenta de treino e que não pode ser acessada em todos os momentos, diferentemente do mindfulness, que deve fazer parte do dia-a-dia.

Para aqueles que desejam começar as práticas, existem alguns exercícios simples, que podem ser iniciados em casa:

• Ambiente: primeiramente, é importante escolher um espaço tranquilo, sem muitas interferências ou distrações
• Meditação: separe um período do dia, que não precisa ser longo, de 10 ou 15 minutos, para meditar, sendo um momento para estar com você e olhar para dentro
• Respiração: preste atenção na forma como o ar entra e sai do seu corpo, estando conectado com ele
• Ouça: pratique a capacidade de ouvir o que está sendo dito e processar, antes de emitir ou, até mesmo, pensar em uma opinião sobre o assunto
• Repare nos seus hábitos rotineiros: seja comer, andar ou tomar banho, preste atenção em como executa a tarefa e no que está pensando enquanto as executa. Busque concentrar-se no ato, sem pensar no que passou ou está por vir.

Ainda, é possível encontrar livros, sites e podcasts que podem ajudar no processo.

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Dezembro vermelho: Prevenção contra a HIV | Aids

O médico infectologista Dr. Ricardo Vasconcelos traz informações importantes a respeito sobre o vírus HIV

Leia mais

Dia Universal do Doador de sangue

A hematologista Dra. Maeva Seo Gomes Pinto Fonseca, fala a respeito da importância de ser um doador de sangue

Leia mais

A importância da Vacina no combate a covid 19 e outras doenças

O médico Marcelo Aun traz informações sobre as vacinas e a sua importância no combate a doenças diversas

Leia mais