Saúde & Bem Estar

Vacinação: Gripe e Covid-19

Escrito por:Redação SO.U + Bem Estar | 6 min

Campanhas de imunização acontecem simultaneamente no Brasil

Com um dos melhores programas de imunização do mundo, o Programa Nacional de Imunização (PNI), o Brasil disponibiliza anualmente mais de 19 vacinas, com mais de 300 milhões de doses, protegendo contra doenças como a poliomielite, meningite e coqueluche. Entre elas, também, a proteção contra o vírus influenza. A campanha de vacinação contra a gripe costuma ocorrer no começo do período mais frio do ano. Em 2021, iniciou em 12 de abril e deve ir até o dia 9 de julho, com o objetivo de imunizar 90% da população de cada grupo prioritário, aproximadamente 79 milhões de pessoas.

Porém, este ano há um diferencial: simultaneamente, está ocorrendo a imunização contra o novo coronavírus, para combater a pandemia que se instalou no país há mais de um ano e já tirou quase 400 mil vidas de brasileiros. Tendo quase os mesmos grupos prioritários, há dúvidas sobre como deve ser feita a proteção.

Listamos algumas das principais, respondidas pela Dra. Maria Cecília Pavanel Jorge. Se ainda ficar alguma questão, procure um profissional, para ter a orientação correta.

1. Qual devo tomar primeiro?
Se estiver no período para receber ambas as vacinas, a recomendação é que a contra a Covid-19 seja priorizada. Porém, se fizer parte de um grupo que ainda não foi chamado para tomar a vacina contra o coronavírus, não é necessário aguardar, podendo tomar a vacina da gripe antes. Verifique o calendário de vacinação da sua cidade para se informar sobre as datas.

2. Posso tomar as vacinas contra a Covid-19 e a Gripe juntas?
Não. Após completar as doses contra a Covid-19, deve-se aguardar 14 dias para receber a vacina da gripe.

3. Se já tomei a vacina contra a Covid-19, preciso tomar a da gripe?
Sim. A vacina contra a Covid-19 oferece proteção somente contra o coronavírus, assim como a da gripe imuniza contra o vírus influenza. Ou seja, para se proteger de ambas as doenças, é necessário que sejam tomadas ambas as vacinas.

4. Já tomei a vacina da influenza no ano passado. Preciso tomar de novo?
Sim. A vacinação contra a gripe deve ser realizada anualmente por dois motivos: a proteção cai gradativamente após seis meses da aplicação e, como a circulação dos tipos do vírus influenza mudam, há possibilidade de não estar protegido contra o vírus circulante deste inverno.

5. Posso tomar a vacina se estiver com sintomas de gripe?
Não, com a pandemia, há possibilidade de transmitir o coronavírus ao ir se vacinar, caso a pessoa esteja contaminada e não saiba. Nos casos de quem tenha recebido o diagnóstico positivo para Covid-19, é necessário aguardar pelo menos quatro semanas após o início dos sintomas para se vacinar.

 

* Dra. Maria Cecília Pavanel Jorge é médica assistente do serviço de Clínica Médica e Propedêutica da Universidade de São Paulo ( USP), residência em clínica médica pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Médica assistente do serviço de clínica geral e propedêutica do Hospital das Clínicas- SP. Médica do corpo clínico do Hospital Sírio Libanês. Clínica SO.U – Unidade Bela Vista – R. Barata Ribeiro, 398 – 3º andar – Bela Vista, São Paulo – SP, 01308-000 – Tel.: +55 (11) 3258-1706 – http://www.clinicasou.com.br

Sobre o autor

Portal de Notícias sobre esporte, saúde, e bem-estar. Uma fonte de Informações a partir de pesquisas científicas nas áreas de ortopedia, medicina esportiva, fisioterapia e tratamentos coadjuvantes.

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Artroscopia de Quadril: entenda o que a técnica cirúrgica pode tratar

Neste artigo, o Dr. Leandro Ejnisman, especialista em ortopedia e traumatologia, esclarece as principais dúvidas a respeito desse método inovador

Leia mais

Os benefícios da prática de natação pós Covid-19

A Dra. Giovanna Sperandio discorre a respeito desse assunto

Leia mais

Maio Amarelo: prevenção é a palavra-chave

Os médicos ortopedistas Dr. Pedro Baches Jorge e Dr. Bruno Takasaki Lee falam a respeito da prevenção de lesões causadas por má-postura ao volante

Leia mais