Esporte

Movimento para o corpo todo. Saiba mais sobre o CrossFit®

Escrito por:Dr. Jan Willem Cerf Sprey | 9 min

Você sabe o que são os exercícios funcionais, base desse treinamento?

Criado no ano 2000 nos EUA, por Greg Glassman e Lauren Jenai, o CrossFit® segue em movimento crescente no mundo, conquistando cada vez mais adeptos. O treino chegou no Brasil em 2009 e hoje tem mais de 14 mil afiliadas pelo mundo. Mas você sabe o que são os exercícios funcionais, base desse treinamento?

Exercícios funcionais são aqueles que utilizam padrões de recrutamentos motor universais. São movimentos naturais do corpo, realizados onde a contração começa, no centro, no abdome, regiões torácica e dorsal, e se dirigem até as extremidades, aos pés e às mãos. São, ainda, movimentos compostos, utilizando múltiplas articulações, ou seja, são exercícios onde mais de uma articulação participa. Por serem locomotores naturais, são os mais eficazes do corpo para movimentação dos objetos externos.

Ainda, nenhum aspecto é mais importante nessas ações do que a capacidade de mexer grandes cargas, em longa distância e de forma rápida. Alguns exemplos de movimentos funcionais são agachamento, desenvolvimento acima do ombro e levantamento terra. Esses replicam atividades normais do dia a dia, como se sentar e levantar e remover algum objeto do chão. Esses exercícios são os que geram maior aprendizado motor e ativam o maior número de grupos musculares, sendo capazes de gerar ganho de força, potência, equilíbrio e consciência corporal.

E, qual é a diferença, então, do CrossFit® para outros treinamentos funcionais? O programa se distingue por concentrar movimentos constantemente variados, executados em alta intensidade, ou seja, de forma rápida e repetitiva, com nenhum ou pouco intervalo entre as séries. É, também, uma das poucas práticas que têm como objetivo melhorar, de forma homogênea e balanceada, todos os atributos do condicionamento físico:

• Resistência cardiovascular / respiratória
• Resistência muscular
• Força
• Flexibilidade
• Potência
• Velocidade
• Coordenação
• Agilidade
• Equilíbrio
• Precisão

Então, diferente de outros treinos, o CrossFit® busca otimizar de forma proporcional todas estas habilidades físicas.

Assim como em qualquer outro treino de grande esforço físico, é preciso ter atenção para evitar lesões. Para isso, primeiramente, é importante não pular pontos da progressão. Sempre dar muita atenção para a forma que o movimento é executado e nunca sacrificar a qualidade para aumentar a carga de forma rápida. Ou seja, sempre tentar ganhar qualidade técnica e motora, principalmente nos movimentos mais complexos, antes de tentar aumentar o peso. A participação de um professor qualificado é também essencial nesse processo, corrigindo os alunos, uma vez que, normalmente, as lesões ocorrem quando há exagero na carga ou movimentação incorreta. Assim, a instrução atenta e adequada do profissional pode prevenir que os praticantes se machuquem.

Para saber, no CrossFit®, a articulação que mais se envolve com lesões são os ombros, representando entre 25% a 33%. Na sequência estão as lesões na lombar e no joelho, respectivamente. E, novamente, essas acontecem por sobrecarga motora relacionada ao gesto incorreto, em exercícios como suspensão em barra ou argolas, levantamento olímpico, agachamento, entre outros.

E não precisa ser atleta ou ter histórico esportivo para começar a praticar. Mesmo pessoas sedentárias, havendo interesse, podem procurar locais com profissionais qualificados e iniciar os treinos. Há um mito de que, devido à alta intensidade, somente aqueles com alto preparo físico estão aptos. No programa, há uma evolução gradual da complexidade dos treinos que é infinitamente escalável.

Também não há contraindicações específicas para o CrossFit®. O que existe, porém, são condições de saúde que podem exigir treinos mais personalizados, como presença de hérnia de disco, problemas em alguma articulação ou cardiopatias. Essas, em diferentes graus, podem exigir atenção maior em qualquer atividade físic. Por isso é importante estar sempre com os exames em dia e fazer um alinhamento com seu médico e preparador físico.

São muitos os motivos que justificam a popularidade e a busca crescente pelo CrossFit®. Um deles é o senso de comunidade, de coleguismo, de melhora e de estímulo muito grande que existe em academias e boxes onde há a prática. Ainda que exista uma certa competição entre os praticantes, essa é sempre relacionada a busca de um melhor desenvolvimento do condicionamento físico, para que a pessoa consiga atingir seus objetivos. Ainda, para aqueles que gostam de avaliar sua própria evolução, o método traz um esquema de pontuação, um jeito prático e objetivo de acompanhar o progresso.

Além disso, é uma forma dinâmica de praticar atividade física. Os treinos são muito variados entre si, existindo uma gama muito ampla de possibilidades. Perfeito para aqueles que querem se exercitar sem cair na monotonia.

Sobre o autor

Dr. Jan Cerf Willen Sprey é especialista em Medicina Esportiva (SBMEE) e Ortopedia e Traumatologia (SBOT). Especializado em cirurgia do joelho e traumatologia esportiva, se formou em medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. É Mestre em Ciências da Saúde pela Santa Casa de São Paulo e tem pós-graduação em Nutrologia pela ABRAN e em Medicina do Exercício e do Esporte pela UNIFESP. Diretor da Sociedade Paulista de Medicina do Exercício, Revisor da Revista Brasileira de Ortopedia, coordenador do programa de Residência Médica em Medicina Esportiva da Santa Casa de São Paulo e é professor instrutor do Curso de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Consultórios: Rua Barata Ribeiro 398, 3° andar Rua Bandeira Paulista 716, cj 42 – São Paulo-SP Tel.: + 55 (11) 3258-1706 / 3258-1394 / 96423-5137

Dúvidas e Comentários

Espaço para que você possa deixar suas dúvidas e comentários, que serão respondidas pelos nossos Especialistas.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Os benefícios da prática de natação pós Covid-19

A Dra. Giovanna Sperandio discorre a respeito desse assunto

Leia mais

Maio Amarelo: prevenção é a palavra-chave

Os médicos ortopedistas Dr. Pedro Baches Jorge e Dr. Bruno Takasaki Lee falam a respeito da prevenção de lesões causadas por má-postura ao volante

Leia mais

Dia Mundial de Combate a Asma; entenda mais sobre a condição

O Dr. Marcelo Vivolo Aun comenta a respeito da data e da sua relevância para as pessoas que convivem com essa síndrome.

Leia mais